Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Opinião
Saudades do método...

Erik Limongi Sial
Advogado e sócio fundador do Limongi Sial & Reynaldo Alves Advocacia

Publicado em: 07/05/2020 03:00 Atualizado em: 07/05/2020 04:14

Numa época conturbada pela maior pandemia de que se tem notícia (nem a peste bubônica teve sua propagação), o foco se direciona para a saúde pública. É atávico que o seja. Afinal, o dom da vida, por vezes subvalorizado no cotidiano da modernidade, é o maior legado da divindade, seja qual for a crença professada.

Nesse afã, para além da discussão quanto ao distanciamento social necessário para debelar a patologia deflagrada sem estrangular a economia, a imensa maioria das organizações incentivou o teletrabalho para seus colaboradores. Assim, aqueles que sempre atuaram no âmbito orgânico de um escritório, por exemplo, com as rotinas usuais desses, se defrontaram com uma realidade até há pouco inimaginável para muitos.

Atente-se que a prática episódica do home office, em face de vicissitudes da dinâmica diária, a par de não ser a realidade de todos, não parece ter maturado mesmo aqueles que já tinham alguma familiaridade com ele ao lugar comum do aquartelamento vivenciado hodiernamente. Afinal, no home office eventual, o profissional não se vê confrontado com os afazeres do lar incrementados pela presença física concomitante de filhos e/ou consortes e com a rotina - ou sua falta - brotada a partir dessa. Esse cenário gerou, à luz da equidade moderna, uma premência na reorganização da família ética, não apenas eventual, mas em bases cooperativas diárias.

Para além dos rótulos machistas, feministas ou modernistas, eles e elas tiveram que a partir de uma aurora abrupta lidar com algo que em geral era ouvido apenas na casa do(a) vizinho(a). Na realidade imposta, o método de trabalho, entendido como rotina, passou também a reclamar seu espaço.

Qual o melhor ambiente para o labor no recinto do lar? O melhor horário (haja vista que as necessidades de filhos impúberes, por exemplo, em geral não se jungem a horários comerciais)? E as interações com clientes, para além das mensagens em multimídia? Antes ou depois da arrumação da casa? Digno de nota que a latinidade por vezes é indulgente com certas (in)formalidades, o que igualmente reforça a evocação do método como alavanca indispensável mesmo na erraticidade da quadra atual.

O cotejo do sucesso mostra que, para além da inspiração ele reclama transpiração, em igualdade de proporções (existem os que entendem que a balança enfatiza essa última), a recomendar que, mesmo aqueles que exorcizam a rigidez dos ambientes corporativos sob color de serem contraprodutivos, não percam de vista que o talento e vontade são mais audíveis quando sinfonicamente tocados.

Irmão de George Floyd pede à população: votem!
Polícia Federal apreende drogas enviadas por encomenda
02/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
01/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco