Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Opinião
Os cuidados necessários na escolha de uma fantasia infantil

Isis Lopes
CEO do Grupo Villa Kids & Teens; sócia da BYCP e da Suporte Informática; Graduada em Comunicação Social com especialização em Gestão de Pessoas

Publicado em: 19/02/2020 03:00 Atualizado em: 19/02/2020 09:04

O carnaval chega e as mamães começam a busca pelas fantasias para a folia dos pequenos. Como mãe - e empresária do ramo de moda -, pesquiso sempre o que está em alta, quais personagens a criançada está curtindo e, claro, tenho a preocupação de procurar figurinos que explorem aspectos de nossa cultura e tradição, já que a roupa também funciona como um arsenal de conhecimento para os pequenos.

Depois da etapa de pesquisa, entra o mais importante, que é a qualidade dos produtos. Afinal, nossas crianças merecem e precisam do melhor. As fantasias precisam ser, além da beleza, confortáveis. O lúdico do ato de se fantasiar precisa ser prazeroso. Alguns detalhes são pré-requisitos indispensáveis nessa escolha: tecido leve, já que moramos no Recife - uma cidade quente, e o carnaval acontece no auge do verão.

Outro ponto é que os tecidos das fantasias precisam ser de algodão, para evitar alergias e coceiras. E, também para evitar pinicar. Principalmente os looks feitos de tule, precisam ter um forro na composição. As costuras internas precisam ser bem feitas, com linha de algodão e de preferência com acabamento em tecido.

É muito importante que os pais fiquem atentos a todos esses detalhes antes da escolha da fantasia. Isso garante que as crianças possam brincar, correr e se divertir sem nenhum incômodo ou sofrimento. Não é apenas o preço que conta. A criança vai pular, brincar e precisa estar confortável e adequada ao nosso clima.

E as fantasias não são descartáveis. Uma saia de um figurino pode ser utilizada para outra composição em outro dia da folia, por exemplo. Depois que a folia passa, há as festas de amiguinhos, dias de comemoração nas escolas e até em casa, quando um evento pede uma vestimenta diferente. E os pequenos sempre brincando e sendo criança. E é por isso que eu ressalto: escolha com carinho. As fantasias podem durar anos e realçam o que nós - e nossos pequenos -, temos de mais mágico.

Mais lidas

mais lidas

De 1 a 5: discos da música brasileira para ouvir na quarentena
Barrados na quarentena   o drama de quem não pode ficar em casa durante a pandemia
Resumo da semana: amor na pandemia, confinamento rastreado e mortes por Covid-19 em Pernambuco
Coronavírus: Como fica a distribuição de merendas na rede municipal do Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco