Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Opinião
Fenelivro destaca o meio ambiente

Raimundo Carrero
Jornalista e membro da Academia Pernambucana de Letras

Publicado em: 04/11/2019 03:00 Atualizado em: 04/11/2019 08:29

Em muito boa hora a exemplar Companhia Editora de Pernambuco- Cepe – realiza na Centro de Convenções, a Feira Nordestina do Livro – Fenelivro – com destaque para o Meio Ambiente, em homenagem Vasconcelos Sobrinho , que desde a década de 1970 luta contra a desertfiação do Nordeste , nem sempre ouvido pelas autoridades, mas sempre guerreiro e persistente. Seus alertas sistemáticos estão hoje basicamente confirmados.

Neste momento, a iniciativa da Cepe mostra-se necessária e eficaz porque vivemos o maior desastre ecológico da história. com o presente de grego de navio que despeja toneladas de óleo no nosso mar, embora as autoridades nem sempre estejam convencidas da tragédia levando milhares de voluntários a trabalhar dia e noite, muitas vezes sem resultado prático.

A Fenelivro coloca livros e documentos nas mãos de leitores ávidos e promove debates e entrevistas de autoridade  e de estudiosos que se dedicam ao tema desde sempre. Por iss é comovente ver milhares de estudantes e de estudiodos em busca de livros e de standes onde possam examinar o meio ambiente.

Por tudo isso é que podemos dizer que Pernambuco é hoje o que chamaríamos de Estado de Livros com feiras e bienais realizando-se quase todos os meses do ano, distribuindo obras literárias e científicas por todas as regiões, numa riqueza impressionante de informações. Algo surpreendente e belo.

É claro que o principal responsável é o governador Paulo Câmara, mas é decisivo destacar os dirigentes da Cepe e os integrantes da Secretaria de Educação, destacando-se os professores, responsáveis elo aumento de leitores em nosso Estado, saindo, sobretudo, das escolas estaduais e municipais. Sem esquecer o exemplo de inúmeras bibliotecas comunitárias, espalhadas em bairros do Recife e em cidades do Interior.

O leitor recordará  que há pouco menos de um mês realizou-se também no Centro de Convenções a Bienal do Livro de Pernambuco, homenageando o escritor Sidney Rocha, que lançou o romance A Estética da Indiferença, pela Editora Iluminuras. Nesta Fenelivro, Sidney lanç a biografia de Germano Coelho, um dos fundadores do MCP, Movimento de Cultura Popular, tão importante para a aducação brasileira.

Desde Agora, a Cepe passa ser responsável pelas realização das feirss de livros e de bienais em Pernando, que se torna um programa de Governo. Algo completamente renovador em nosso Estado, o qe, com certeza, dará bons resultados, sobretudo no plano da leitura, um ponto muito cruiticado entre nós.

De minha pere, nunca  aceito a acusação de que os jovens brasileiros não costumam ler.Pura inverdade. Lemos e lemos muito.Sou testemunha porque viajo o país inteiro para debates cim os nossos leitores. E são muitos escritores cruzando o Brasil com o mesmo objetivo. Esrejam certos.

Pernambuco sempre foi um estado de vanguarda, que agora se confirma ainda mais. Vamos avançando e ava çando sempre.  Haverá um tempo em que se registrará Pernambuco como Rstado em mais se lê no Brasil....

Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Um mês sem Miguel : tudo que fazia era por ele, diz Mirtes
03/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco