Reflexões filosóficas em Poder e Saber

Giovanni Mastroianni
Advogado, administrador e jornalista

Publicado em: 10/10/2019 03:00 Atualizado em: 10/10/2019 05:43

O professor Darley Ferreira, conhecido no mundo acadêmico e cultural de Pernambuco, autor de 16 livros, neste 10 de outubro, pelas 17 horas, na Associação do Ministério Público de Pernambuco, na Rua Benfica, estará lançando, um novo trabalho, dessa vez com o título de Poder e Saber.

Contendo cerca de 300 páginas, adentra nos campos da política, das religiões e da educação. Os aspectos filosóficos que adjetivam esses espaços do atuar humano são analisados por meio de uma adequada profundidade, com o objetivo de mostrar a necessidade de uma mudança genérica que venha melhorar o uso do poder, nas mais diferentes dimensões da vida em sociedade, seja na política, nas seitas religiosas ou nas relações humanas. O poder, assim aprimorado, deverá estar revestido de um saber específico que justifique e sustente sua realização.

No mundo político, aponta aqueles que, não representando um ser qualificado para o exercício da arte e da ciência de tal atividade, devem ser eliminados pela própria decisão e vontade de seus pares, antes que incidam no caminho negativo da ética e da moral. Mostra como os partidos políticos, que não cumprem com suas diretrizes programáticas, concorrem para o fracasso de um estado de direito, em um sistema democrático. Nesse sentido, revela a necessidade da educação, analisando sob o enfoque pedagógico e por meios das competências, uma sistemática de ensino e aprendizagem desde a primeira infância.

Hoje, centros educacionais, como a USP, já inseriram em seu quadro disciplinar a semiótica linguística por considerá-la fundamental na comunicação humana. Ao ingressar no estudo das religiões, com uma abordagem na gênese filosófica, destaca pontos capitais que todos desejam conhecer, mormente em relação ao catolicismo, evangelismo, islamismo e budismo.

Em relação a Deus, criador de todas as coisas, penetra nos ensinamento de Immanuel Kant, um dos maiores filósofos de todos os tempos, destacando, na ocasião, a célebre frase de Einstein sobre o ser infinito: “eu gostaria de conhecer o seu pensamento”. O Alcorão dos islâmicos é referido em suas partes. O papel de Lutero, que foi frade da Ordem de Santo Agostinho, tem um destaque especial. A história de Buda, um rico príncipe que tudo abandona e se torna um ermitão, é traduzida, no livro, em linhas esclarecedoras.

É uma obra que, como seu revisor redacional, deixou-me perplexo, altamente impressionado pelo conteúdo dos seus ensinamentos e lições de alto alcance.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.