EndoRecife, 22 anos de sucesso

Luciano Albuquerque
Presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM PE)
opiniao.pe@diariodepernambuco.com.br

Publicado em: 25/06/2019 03:00 Atualizado em: 25/06/2019 15:55

Ao completar 22 anos, o EndoRecife, que será realizado de 27 a 29 de junho, nos enche de orgulho e, ao mesmo tempo, reforça a responsabilidade da nossa Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, regional Pernambuco, que, ao longo do tempo, soube imprimir qualidade científica aliada ao acolhimento pernambucano para se consolidar como um importante evento no calendário de encontros de saúde no país, sendo um dos mais longevos congressos da especialidade no Brasil.

O trabalho árduo e coeso dos dirigentes da Sociedade nos trouxe até aqui, com fôlego para muito mais. Com apoio da nossa Sociedade Nacional, conquistamos um expressivo número de participantes, o que ajuda a movimentar a economia no destino – este ano, Porto de Galinhas.

Neste período, recebemos mais de 80 palestrantes internacionais das diversas áreas da endocrinologia, quase 500 mesas-redondas e conferências, mais de mil palestrantes locais e nacionais, e cerca de 20 mil participantes. Números que refletem a perseverança e reforçam a necessidade de formatar uma grade científica apoiada nos mais recentes avanços práticos no diagnóstico e tratamento dos distúrbios endócrinos mais relevantes. O resultado é a receptividade e interatividade entre palestrantes e congressistas, característica marcante no evento.

O EndoRecife acontece no intervalo de grandes congressos de endocrinologia nos Estados Unidos e na Europa. Por isso, mantém-se atualizado, contando com os mais recentes estudos globais. Este ano, tendo como presidente do congresso o Dr. Lucio Vilar, teremos vários diferenciais. O curso pré-congresso, por exemplo, abordará o papel dos exames de imagem para a prática clínica do endocrinologista.

Teremos, ainda, conferências em parceria com a Endocrine Society, principal sociedade médica norte-americana no segmento, reforçando a internacionalização do encontro, além do simpósio em parceria com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, compartilhando com os cirurgiões a realidade do combate à obesidade de forma sustentável. Outra novidade é que os melhores trabalhos inscritos serão premiados, como um estímulo para a produção científica.

Os 22 anos do EndoRecife representam o fortalecimento da nossa entidade, mas também de toda a sociedade, que conta com profissionais atualizados para fazer um atendimento clínico em endocrinologia reconhecidamente entre os melhores do Brasil.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.