Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

MINISTROS

União Europeia chega a acordo sobre a redução no consumo de gás

Publicado em: 26/07/2022 16:50 | Atualizado em: 26/07/2022 16:59

 (Foto: AFP
)
Foto: AFP
Nesta terça-feira (26), os ministros da Energia da União Europeia no Conselho extraordinário realizado em Bruxelas chegaram a um acordo político na meta proposta pela Comissão Europeia de reduzir em 15% do consumo de gás até a primavera do hemisfério norte. "Esta não foi uma missão impossível. Mas da iniciativa fazem agora parte algumas isenções e possibilidades de solicitar uma derrogação ao objetivo obrigatório de redução, a fim de refletir as situações particulares dos Estados-membros e assegurar que as reduções de gás sejam eficazes para aumentar a segurança do aprovisionamento na UE", anunciou a presidência da União Europeia, que atualmente está cargo da República Checa. 
 
As fontes diplomáticas também informaram que nesta fase trata-se de um acordo político, pelo que não houve uma votação formal. No entanto, houve um consenso esmagador e apenas um Estado-membro expressou a sua oposição. 
 
Devido ao receio de ruptura parcial ou total do fornecimento de gás russo, a Comissão Europeia havia apresentado a proposta aos Estados-membros de alcançaram este plano de redução, mas estando ainda prevista a possibilidade de desencadear um alerta à UE sobre a segurança do aprovisionamento, caso em que a redução da procura de gás se tornaria obrigatória. A proposta teve inicialmente a oposição de Portugal, Espanha, Grécia e Polônia, por causa da falta de interconexão energética destes países com o resto da Europa. Entretanto foram depois introduzidas as derrogações para ter em conta especificidades como elevada dependência da produção de eletricidade a partir do gás, falta de sincronização com a rede elétrica europeia ou ainda falta de interconexão direta no gás. 
 
Segundo a presidência da União Europeia, estão já previstas exceções que abrangem a situação geográfica ou física dos países e agora que estes Estados-membros poderão solicitar uma derrogação para adaptar as suas obrigações de redução da procura se tiverem interconexões limitadas a outros Estados-membros e puderem demonstrar que as suas capacidades de exportação de interconexão ou as suas infraestruturas domésticas de GNL são utilizadas para redirecionar o gás para outros.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco