Diario de Pernambuco
Busca

SISMO

Terremoto na fronteira do Equador com Colômbia deixa dois feridos e danos materiais

Por: AFP

Publicado em: 25/07/2022 18:56

 (Foto: Reprodução/Google)
Foto: Reprodução/Google
Um terremoto de magnitude 5,2 registrado nesta segunda-feira na fronteira andina do Equador com a Colômbia deixou dois feridos e danificou 40 casas e  centros educacionais em três localidades, informaram autoridades locais.

Duas pessoas ficaram feridas pelo tremo e cinco outras sofreram crises nervosas, segundo o Serviço de Riscos (Defesa Civil). 

O Sistema de Segurança ECU911 havia informado "1 pessoa ferida pela queda de um muro" devido ao tremor, produzido perto da cidade de San Gabriel (120 km ao norte de Quito). 

"Até agora, não foram reportas pessoas desaparecidas ou mortas", acrescentou em um relatório à imprensa. 

De acordo com o último balanço do Serviço de Riscos, 40 casas e centros educacionais sofreram danos em Montúfar, Espejo e Tulcán, esta última capital da província de Carchi (fronteira com o departamento colombiano de Nariño). 

As equipes de resgate "estão no local avaliando os danos", disse no Twitter o diretor do Serviço de Riscos, Cristian Torres.

As equipes de resgate "estão se mobilizando para fornecer apoio e a avaliação pertinente em coordenação com o governador e o COE provincial", escreveu o presidente equatoriano Guillermo Lasso.

O ministro do Interior, Patricio Carrillo, disse na mesma rede social que "continuamos com o presidente @LassoGuillermo avaliando o terremoto ocorrido em #Carchi. Pessoal da @PoliciaEcuador foi mobilizado na zona para manter ordem e apoiar a população". 

O epicentro do terremoto foi registrado a 13 km de San Gabriel e a 2 km de profundidade, segundo o Instituto Geofísico de Quito. 

O Equador está localizado sobre as placas tectônicas de Nazca e Sul-Americana, o que gera tremores constantes. 

Um terremoto de magnitude 7,8 sacudiu as províncias costeiras de Manabí e Esmeraldas (também na fronteira com a Colômbia) em 2016, deixando 673 mortos e cerca de 6.300 feridos.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários