Diario de Pernambuco
Busca

ESTADOS UNIDOS

Nos Estados Unidos, gêmea nasce quase três vezes menor que a irmã

Publicado em: 19/07/2022 16:37

 (crédito: Arquivo pessoal/Audrieanna Lambert (mãe das gêmeas)/SWNS/Mirror)
crédito: Arquivo pessoal/Audrieanna Lambert (mãe das gêmeas)/SWNS/Mirror
Um curioso caso ocorreu na cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos. Duas gêmeas nasceram com grande diferença de tamanho, Reagan é três vezes menor que a irmã Mila. Os médicos estavam convencidos que a pequena morreria no útero da mãe, mas ela seguiu o fim da gestação firme e forte. As informações são do jornal britânico The Mirror.

A mãe das gêmeas, Audrieanna Lambert, ficou surpresa ao ver a filhinha viva, mesmo após avisos alarmantes dos médicos que ela não sobreviveria. As preocupações começaram quando a bebê estava com 20 semanas de gestação e os médicos perceberam que Reagan parou de crescer.

A solução encontrada foi fazer uma cesária, em dezembro de 2021. Logo após a operação, as gêmeas foram levadas para a Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), onde a mãe teve que esperar algumas horas para poder vê-las: “Reagan era tão pequena, que poderia caber dentro da sua mão”.

Mila, a gêmea maior, ficou 45 dias até ficar forte o suficiente para ser levada para casa, porém sem a irmã. Após 118 dias internada — inclusive enfrentando uma sepse (conjunto de infecções pelo corpo) —, a pequena Reagan pode se juntar a sua irmã em casa, em Washington, Pensilvânia.

Ao chegar em casa, Audrieanna contou sobre a sensação que teve ao ver as gêmeas juntas. “Quando as vi pela primeira vez, Reagan era muito menor do que eu imaginava”. A mulher ainda detalhou que a diferença de tamanho era tanta que as gêmeas nem pareciam que tinham dividido o mesmo útero: “Quando a pego no colo (Reagan) consigo perceber a diferença de tamanho das duas”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários