Diario de Pernambuco
Busca

MUDANÇA CLIMÁTICA

Grécia combate grandes incêndios florestais em meio à onda de calor

Por: AFP

Publicado em: 24/07/2022 16:01

Neste domingo à tarde, a cidade de Stavros também precisou ser evacuada (Manolis LAGOUTARIS / AFP)
Neste domingo à tarde, a cidade de Stavros também precisou ser evacuada (Manolis LAGOUTARIS / AFP)
A Grécia lutava neste domingo (24) contra três grandes incêndios florestais no norte, sul e leste do país com temores de que a onda de calor cause novos incidentes.

Na ilha de Lesbos, o incêndio que eclodiu no sábado e provocou a evacuação de 200 pessoas na cidade de Vryssa, já que as chamas estavam a 500 metros de algumas casas, afirmou o vice-prefeito do este de Lesbos à rádio Skai.

Neste domingo à tarde, a cidade de Stavros também precisou ser evacuada. No sábado, o incêndio provocou a retirada de centenas de turistas e moradores da cidade turística de Vatera, indicou a televisão pública ERT, citando fontes oficiais.

Pelo menos quatro casas foram destruídas, segundo a ERT. Desde sábado, a Grécia sofreu uma onda de calor que, segundo as previsões, durará 10 dias com temperaturas de até 42°C em algumas áreas. No norte do país, bombeiros, auxiliados por voluntários, lutam pelo quarto dia consecutivo contra um violento incêndio no Parque Nacional Dadia.

O fogo, muito difícil de combater, segundo o porta-voz dos bombeiros Yiannis Artopoios, obrigou as autoridades a evacuar a cidade de Dadia na noite de sábado. No Peloponeso, a cidade de Chrisokelaria também foi evacuada na noite de sábado devido a um incêndio perto de Koroni que os bombeiros ainda combatiam no domingo. 

Há também uma ordem de evacuação preventiva para as cidades de Krestena, Makrisia e Skillountia, informou o vice-governador da região de Ilia, Vassilis Giannopoulos. Mais de 70 bombeiros estão mobilizados na área com 24 veículos e o apoio de dois aviões-tanque e um helicóptero. Na ilha de Creta, ocorreu um incêndio perto de Festo.

Na quarta-feira, um incêndio florestal nas montanhas perto de Atenas danificou casas e forçou várias centenas de pessoas a deixar suas casas, a poucos quilômetros da cidade costeira de Mati, palco do pior incêndio florestal da Grécia em 2018, no qual 102 pessoas morreram.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários