Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

GUERRA NA UCRÂNIA

Presidente Emmanuel Macron quer mais 'conversas' com a Ucrânia

Por: AFP

Publicado em: 15/06/2022 14:50

 (crédito: AFP
)
crédito: AFP
O presidente francês, Emmanuel Macron, considerou, nesta quarta-feira (15), que são necessárias mais "conversas" com a Ucrânia, sem confirmar diretamente se ele viajará para Kiev, dada a expectativa gerada por vários veículos da imprensa.

"Às portas da nossa União Europeia, está acontecendo uma situação geopolítica inédita, onde, por todas estas razões, o contexto político e as decisões que a União Europeia e várias nações terão de tomar, justifica-se que haja novas conversas aprofundadas", declarou Macron de uma base da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) na Romênia.

"Acho que estamos em um momento, em que precisamos enviar sinais políticos claros, nós como União Europeia, sobre a Ucrânia e o povo ucraniano, em um contexto em que eles resistem heroicamente há vários meses", ressaltou o chefe de Estado, junto com o presidente romeno, Klaus Iohannis.

Macron chegou à Romênia na noite de terça-feira (14) e jantou com um contingente de soldados franceses estacionados nesta base perto da costa estratégica do Mar Negro.

O presidente francês decidiu dormir em uma barraca com os soldados, em vez de ir para um hotel. De manhã, saiu para correr com os soldados antes de se reunir com seu homólogo romeno por mais de uma hora.

Depois disso, viajou para a Moldávia, onde será recebido pela presidente pró-Europa, Maia Sandu.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Última Volta: GP da Grã Bretanha de F1 2022
Quem é Júlio Lancellotti, o padre antissistema que dá esperança aos pobres
Grupo Diario de Pernambuco