Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

ARGENTINA

Sede de um dos principais jornais da Argentina é atacada

Publicado em: 23/11/2021 18:07 | Atualizado em: 23/11/2021 18:53

Câmeras de segurança filmam o momento do ataque a sede do jornal Clarín (Foto: Reprodução)
Câmeras de segurança filmam o momento do ataque a sede do jornal Clarín (Foto: Reprodução)
A sede de um dos principais jornais da Argentina, o Clarín, foi atacada por um grupo de nove pessoas encapuzadas, que lançaram uma série de coquetéis molotov no prédio na segunda-feira (22). Felizmente, o atentado não deixou feridos.

O ataque foi filmado por câmeras de segurança, que capturaram o momento, por volta das 23h, quando o grupo chega a pé e lança sete coquetéis molotov contra o prédio. As bombas danificaram a fachada e provocaram incêndios na entrada do edifício. O corpo de bombeiros chegou poucos minutos depois, mas os focos de incêndio cessaram por conta própria.

O grupo Clarín em um comunicado condenou o ataque e chamou de “expressão violenta de intolerância”.

O presidente Alberto Fernandez disse nas redes sociais que repudia o ato e afirmou que “a violência altera a convivência democrática”.

Quem também se manifestou foi o ex-presidente argentino Mauricio Macri: “ O ataque é uma tentativa gravíssima de amedrontar um meio de comunicação e toda a imprensa. Um fato inaceitável que lembra as práticas violentas do passado. Eu repudio a agressão e me solidarizo” escreveu.

Aníbal Fernández, o atual ministro da Segurança, afirmou que confia "que os autores serão identificados e punidos." Outros ministros do governo também criticaram o atentado.

A Associação de Entidades Jornalísticas da Argentina disse que "condena energicamente o fato, que é uma expressão violenta de intolerância contra um grupo de meios de comunicação e configura um grave ataque à liberdade de expressão".

TAGS: ataque | jornal | argentina |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Manhã na Clube: entrevista com o deputado estadual Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe
Grupo Diario de Pernambuco