Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

R[USSIA

Rússia afirma que EUA é o país com maior evasão fiscal do mundo

Publicado em: 04/10/2021 11:55

 (Foto: TomasSereda/Getty Images)
Foto: TomasSereda/Getty Images
Nesta segunda-feira (4) em coletiva à imprensa o porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, disse que o relatório "Papéis de Pandora" divulgado ontem (3) pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês) demonstra que os Estados Unidos são a maior lacuna fiscal global, apesar de suas constantes declarações sobre o combate à corrupção e à lavagem de dinheiro. "Talvez, o único que realmente atrai a atenção é mesmo a demonstração de qual país é a maior lacuna de offshore e lacuna fiscal do mundo. São certamente os Estados Unidos. Isso de nenhuma maneira corresponde às declarações sobre intenções de combater a corrupção, evasões fiscais etc., lavagem de dinheiro. Mas essa é a realidade", garantiu Peskov.
 
Também em resposta a questão levantada na entrevista se haverá alguma investigação após o relatório da ICIJ ter sido divulgado, o porta-voz russo afirmou que por enquanto simplesmente não se entende que informação é essa, sobre o que é; há muito lá que coloca perguntas, por isso não se entende como se pode confiar nesses dados. “Primeiramente deve aparecer algo, por enquanto se trata de algumas alegações baseadas em algo pouco claro e, sem dúvida, isso não pode ser motivo para quaisquer verificações", apontou.
 
Além disso, de acordo com as palavras de Peskov, o relatório referido é na verdade um conjunto de alegações sem fundamento. "Aqui surge apenas um conjunto de alegações bastante infundadas, há muitas, e isso origina frequentemente abusos, muitas vezes ocorre à substituição de uma informação por outra, distorção de dados, portanto isso não pode e não deve servir de base para quaisquer averiguações. Se houver algumas publicações sérias, que se baseiem em algo e com referências a algo concreto, então vamos levar isso em consideração com interesse. Por enquanto não vemos uma razão", concluiu o porta-voz.
 
No último domingo, o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos divulgou o relatório chamado de “Papéis de Pandora”, que alega o envolvimento de inúmeros líderes mundiais em esquemas de offshore, em particular a ocultação de ativos em paraísos fiscais. Foram mencionados no relatório aproximadamente 35 atuais e ex-líderes globais, assim como mais de 330 políticos e funcionários públicos em todo o mundo. A investigação foi realizada por mais de 600 jornalistas de 117 países, com o vazamento de mais de 11,9 milhões de arquivos. O ICIJ classificou a sua investigação como o maior escândalo de segredos financeiros.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Destaque do Náutico, meia Jean Carlos completa 100 jogos com a camisa alvirrubra
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
Grupo Diario de Pernambuco