Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

PANDEMIA

EMA se pronuncia na sexta sobre vacina da Pfizer para faixa de 12 a 15 anos

Por: AFP

Publicado em: 26/05/2021 13:34

 (Se for aprovado, este imunizante será o primeiro a receber autorização da EMA para uso em adolescentes, dentre os 27 países-membros da União Europeia (UE). Foto: JOE RAEDLE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP
)
Se for aprovado, este imunizante será o primeiro a receber autorização da EMA para uso em adolescentes, dentre os 27 países-membros da União Europeia (UE). Foto: JOE RAEDLE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP
A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) anuncia nesta sexta-feira (28) se autoriza a administração da vacina Pfizer/BioNTech em adolescentes com idades entre 12 e 15 anos - informou o órgão regulador europeu nesta quarta (26).

Se for aprovado, este imunizante será o primeiro a receber autorização da EMA para uso em adolescentes, dentre os 27 países-membros da União Europeia (UE). Por enquanto, é permitido para pessoas com mais de 16 anos.

Conforme comunicado divulgado hoje, a EMA dará uma entrevista coletiva na sexta-feira para informar sobre "os resultados de uma reunião extraordinária de seu Comitê de Medicamentos para Uso Humano (...) e sobre as indicações pediátricas da vacina Comirnaty".

Comirnaty é o nome comercial da vacina anticovid-19 desenvolvida pelo gigante farmacêutico americano Pfizer e pelo laboratório alemão BioNTech.

A FDA (na sigla em inglês), agência americana que regula o setor de alimentos e remédios nos Estados Unidos, já aprovou essa vacina para a faixa etária de 12 a 15 anos.

No início de maio, o diretor-executivo da EMA, Emer Cooke, anunciou que a agência faria uma avaliação rápida das informações apresentadas pelos desenvolvedores de vacinas, de modo a autorizá-la para adolescentes de 12 a 15 anos. Seus resultados eram esperados, em princípio, para junho.

Em 11 de maio, Cooke declarou a jornais europeus que a EMA havia recebido dados da Pfizer/BioNTech e que a agência, que também espera "dados de testes clínicos e de um estudo estava sendo realizado no Canadá", planejava "acelerar" sua avaliação.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Time de engenheiros se une para montar respiradores 15 vezes mais baratos e salvar milhares de vidas
Manhã na Clube: entrevistas com Marília Arraes, Marcella Salazar e Aurimar Borges Jr
Presidente da Argentina faz ataques xenofóbicos ao Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Tadeu Alencar e Túlio Rangel
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco