Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

ELEIÇÕES

Saiba o que cada candidato precisa para ser eleito e como está a disputa nos estados

Publicado em: 06/11/2020 13:46

 (Foto: JIM WATSON, SAUL LOEB / AFP)
Foto: JIM WATSON, SAUL LOEB / AFP
Há quatro dias, o mundo acompanha atento a uma das mais acirradas disputas pela Presidência dos Estados Unidos da história. O republicano Donald Trump — que busca a reeleição — e o democrata Joe Biden travam uma disputa voto a voto pela Casa Branca.

Na manhã desta sexta-feira (6/11), Biden se aproximou da vitória ao virar a disputa em dois estados considerados chave, a Geórgia e a Pensilvânia. Este último, aliás, pode lhe dar a vitória no Colégio Eleitoral independentemente dos resultados nas outras localidades ainda em aberto.

Oficialmente, seis estados ainda estão com resultados indefinidos: Alaska, Arizona, Carolina do Norte, Geórgia, Nevada e Pensilvânia. Biden conquistou, até o momento, 253 delegados e Trump, 214. Nas projeções da Associated Press e da Fox News, o democrata aparece com 264 delegados. Isso porque os dois veículos consideram que o ex-vice-presidente venceu a disputa no Arizona. Outros veículos, como o New York Times e a Agência France-Presse — de onde vêm os dados usados no placar do Correio —, porém, têm sido mais cautelosos e aguardam o avanço da apuração para cravar um vencedor no local. Confira abaixo a situação em cada um dos estados em aberto:

- Alaska (3 delegados)
Trump lidera a disputa com 62,9% a 33%. Os votos enviados pelos correios só começarão a ser contados na próxima semana. O estado é tradicionalmente republicano e a disputa por lá não deve ser decisiva para a eleição.

- Arizona (11 delegados)
A Associated Press e a Fox News cravam uma vitória de Biden no estado — o que o colocaria com 264 delegados, a apenas seis de ser eleito presidente. Outros veículos, porém, ainda aguardam o avanço da apuração. Com 90% dos votos contabilizados, Biden lidera com uma margem de 47.052 eleitores (50,1% x 48,5%).


- Carolina do Norte (15 delegados)
Outro reduto republicano em que Trump deve sair vencedor. No momento, com 95% dos votos apurados, o atual presidente lidera a disputa com 50% a 48,6% (76.737 votos).

- Geórgia (16 delegados)
Biden conseguiu virar a disputa no estado, que tradicionalmente opta por republicanos, na manhã desta sexta-feira. A vantagem, porém, é apertada: 1.097 votos, com mais de 98% das cédulas eleitorais contabilizadas. Percentualmente, os dois candidatos estão empatados com 49,4%.

- Nevada (6 delegados)
Biden lidera a disputa por 11.438 votos (49,4% x 48,5%). Até o momento, cerca de 89% da apuração foi concluída.

- Pensilvânia (20 delegados)
Dos estados em aberto, é o que tem o maior peso no Colégio Eleitoral. Se vencer por lá, Biden conquistará o número mínimo de delegados independentemente do resultado nos demais locais em que a apuração ainda não foi concluída. No momento, o democrata lidera com 5.587 votos (49.4% x 49,3%), depois de reverter uma desvantagem que superou os 100 mil eleitores.

O que cada candidato precisa?
Considerando o placar de 253 para Biden e 214 para Trump, bem como uma vitória do republicano no Alaska e na Carolina do Norte, Biden venceria a disputa se ganhasse a Pensilvânia. Em caso de derrota no estado, o democrata ainda pode ser eleito se vencer na Geórgia e em mais um estado — Arizona ou Nevada —, ou se perder na Geórgia e levar os outros dois. No momento, ele lidera a corrida nos quatro e, por isso, está mais próximo da Casa Branca.

Para Trump, é imprescindível virar na Pensilvânia. Caso consiga, o republicano dependeria ainda de uma vitória em dois dos outros três estados — Arizona, Geórgia e Nevada. Ele está atrás de Biden nos quatro.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Resumo da semana: repercussão das eleições, gastos parlamentares e receio de novo lockdown
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 04/12
Entrevista com o governador Paulo Câmara
Um milhão de doses da CoronaVac chegam em São Paulo
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco