zoológicos Venda de elefantes africanos para cativeiro é restringida em todo o mundo

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 27/08/2019 17:46 Atualizado em:

Foto: Tony Karumba/AFP
Foto: Tony Karumba/AFP
A Convenção sobre Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas da Fauna e Flora Selvagens (CITES) adotou nesta terça-feira (27) um texto restringindo severamente a captura de elefantes africanos para colocá-los em cativeiro, como no caso de zoológicos.

Este texto foi adotado em sessão plenária após ser emendado pela União Europeia (UE) e depois de passar por debates acalorados entre os países que apoiam essa medida e os que se opõem, como o Zimbábue, em particular, que tentaram em vão bloquear a votação.

Com 87 votos a favor, 29 contra e 25 abstenções, o texto alterado conseguiu a maioria de dois terços necessária para ser aprovado.

A votação no plenário desta terça-feira alterou levemente uma decisão tomada no início da conferência de 12 dias (prevista para terminar nesta quarta-feira), que proibia a transferência de elefantes africanos selvagens capturados para as chamadas instalações de cativeiro.

Especificamente, votou-se para limitar o comércio de elefantes africanos selvagens vivos, que podem ser conservados apenas em seus habitats.
 
Trata-se basicamente de encerrar a prática de capturar elefantes e enviá-los para zoológicos e locais de entretenimento em todo mundo. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.