Três anos Ex-vice-presidente de Cristina Kirchner é condenado pela justiça argentina

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 30/08/2019 10:18 Atualizado em:

Damian DopacioAFP
Damian DopacioAFP
Amado Boudou, ex-vice-presidente de Cristina Kirchner (2007-2015), foi condenado a três anos de prisão na quinta-feira (29) por adulterar papéis de um carro que vendeu, mas foi absolvido em outro caso envolvendo a compra de veículos oficiais.

Considerado culpado por "negociações incompatíveis com o serviço público", o político recebeu uma pena de três anos de prisão.

Após a leitura da sentença no tribunal, o ex-vice-presidente declarou: "Sou inocente. Divertiram a população com pão e circo, enquanto um pequeno grupo saqueava o povo argentino. Essas causas mostram como a Justiça é usada para perseguir".

Cristina Kirchner ensaia uma volta ao governo, agora como vice na chapa do candidato à presidência Alberto Fernández, que foi o mais votado nas eleições primárias de 11 de agosto, com 47% dos votos,  16% à frente do atual presidente, Mauricio Macri.

As eleições presidenciais e legislativas estão previstas para 27 de outubro.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.