manifestações Polícia de Hong Kong descobre explosivos caseiros antes de mais um protesto

Por: Agência Estado

Publicado em: 20/07/2019 14:25 Atualizado em:

Philip Fong/AFP
Philip Fong/AFP
A polícia de Hong Kong descobriu um esconderijo de um poderoso explosivo caseiro à medida que a cidade chinesa semiautônoma se prepara para mais um grande protesto pró-democracia no domingo.

Foram encontrados cerca de dois quilos de triperóxido de triacetona (TATP, na sigla em inglês) e prendeu um homem e uma batida em um edifício comercial no fim da noite de sexta-feira (pelo horário local). TATP vem sendo usado em ataques terroristas ao redor do mundo.

Materiais manifestando oposição a um projeto de lei de extradição que precipitou mais de um mês de protestos em Hong Kong também foram achados, disse a mídia local, mas um porta-voz da polícia afirmou que nenhum elo concreto havia sido estabelecido e que a investigação é contínua.

Em um comício que visava se contrapor ao movimento pró-democracia, milhares de pessoas desafiaram o céu nublado na noite de sábado e encheram um parque no centro de Hong Kong para apoiar a polícia, que tem sido acusada de usar táticas brutas contra manifestantes. Alguns agitaram bandeiras da China, e uma tela gigante atrás do palco para oradores trazia os dizeres "Proteja Hong Kong".

Organizadores disseram que 316 mil pessoas participaram do comício, enquanto a polícia estimou o comparecimento em 103 mil.

Policial especialista em desarmamento de bombas, Alick McWhirter disse a repórteres que a apreensão de explosivos na sexta-feira foi a maior do tipo em Hong Kong e chamou de "preocupante" que uma substância tão perigosa tenha sido feita em um laboratório caseiro no meio da cidade.

"Isso coloca todos dentro do edifício em risco. Coloca em risco passantes do lado de fora", ele afirmou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.