Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

NÚMEROS

Em três dias, Pix já recebeu 16,6 milhões de cadastros

Publicado em: 08/10/2020 09:13

 (Foto: Divulgação/Banco Central do Brasil)
Foto: Divulgação/Banco Central do Brasil
O Pix recebeu mais 6,5 milhões de cadastros nesta quarta-feira (07). Com isso, já chega a 16,6 milhões o número de chaves registradas no sistema de pagamentos instantâneos brasileiro, que entra em vigor em 16 de novembro.

As 16,6 milhões de chaves foram registradas ao fim do terceiro dia de registro do Pix. Os cadastros começaram na segunda-feira (05) por meio dos canais digitais dos bancos. Segundo o BC, foram 3,5 milhões de chaves só no primeiro dia; 10,1 milhões no segundo; e, agora, mais 6,5 milhões.

A chave Pix representa o modo pelo qual cada conta bancária vai ser identificada no sistema de pagamentos instantâneos. Cada conta, contudo, pode ter até 5 chaves. Por isso, não quer dizer que 16,6 milhões de contas ou 16,6 milhões de brasileiros já estão aptos a fazer um pagamento instantâneo.

O grande volume de registros, contudo, tem surpreendido as instituições financeiras, pois revela um alto interesse dos brasileiros no novo meio de pagamento.

O presidente do BC, Roberto Campos Neto, explicou nesta quarta-feira que o Pix promete revolucionar o sistema financeiro nacional, ao oferecer pagamentos rápidos, simples e baratos. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, ele lembrou que um cliente pode ter que pagar até R$ 20 para fazer uma transferência bancária hoje, mas poderá fazer isso gratuitamente pelo Pix. Por isso, acredita que o sistema vai reduzir o custo operacional das pessoas e das empresas.
 
"É um avanço muito grande, sem falar que, na hora que passa a ter uma chave Pix, a pessoa passa a ter uma identidade digital que pode ser usada para outras coisas, para beneficiar a população com novos serviços", disse Campos Neto.

O grande interesse pelo Pix, contudo, também tornou os cadastros alvo de tentativas de fraude. O BC orienta, então, que os brasileiros usem apenas os canais dos bancos para se registrar no sistema de pagamentos instantâneos. Isto é, que não acessem links enviados por outros meios de comunicação para entrar no Pix.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dra. Rebecca Spinelli
Rhaldney Santos entrevista Thiago Santos (UP)
Aprenda a treinar a mente com exercícios que previnem doenças e turbinam os neurônios
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #Protocordados
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco