Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

CONFUSÃO

Show do rapper Matuê é interrompido por tiroteio em Santos, São Paulo

Publicado em: 09/05/2022 11:21

 (Foto: Instagram @matue30/ reprodução)
Foto: Instagram @matue30/ reprodução
O rapper Matuê disse que teve um show interrompido por um tiroteio numa casa noturna de Santos, litoral de São Paulo, na madrugada deste domingo (8/5).

Pelas redes sociais, Matuê contou que não escutou o momento dos disparos, mas que membros da equipe tiraram ele rapidamente do palco. 

“Só passando para avisar que tá tudo bem, beleza? Para quem não sabe, nós fomos fazer um show agora pouco e rolou tiroteio. Maior confusão do c…… Nem sei exatamente o porque, nem como foi, nem quem foi, nem o que exatamente aconteceu, mas a gente teve que sair, pois a situação estava tensa”, disse. 

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram o momento dos tiros: 

 
 
 
 
Uma pessoa ficou ferida. O caso é investigado pela 1º DP de Santos. Em nota, a Jota Music Eventos, responsável pelo show, disse que está colaborando com a investigação, que o local tinha alvará de funcionamento e que a pessoa ferida foi rapidamente atendida.

"Importante esclarecer que a casa tinha alvará de funcionamento e os requisitos necessários. Saliente-se que em pouco tempo realizamos a evacuação total da casa, junto às saídas de emergência, a ambulância (UTI móvel) contratada para permanecer no local prestou os primeiros socorros e em poucos minutos a vítima já estava no hospital", diz. 

A nota também afirma que o tiro partiu, provavelmente, de uma briga envolvendo um policial, que não estava no local a trabalho. "Por lei, não podemos impedir um policial de entrar armado", ressalta a nota. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco