Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

APOIO POLÍTICO

Entusiasta de Ciro, Caetano Veloso se encontra com Lula: "Brasil mais feliz"

Publicado em: 14/05/2022 18:18 | Atualizado em: 14/05/2022 18:18

 (Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação Lula)
Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação Lula
 O cantor Caetano Veloso se encontrou com o ex-presidente Lula (PT) na noite da última sexta-feira (13/5). Paula Lavigne, esposa do cantor, Rosângela Silva, noiva do petista, e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também participaram da reunião.

“Boa conversa com @caetanoveloso , @PaulaLavigne e @randolfeap sobre cultura, meio ambiente e o Brasil mais feliz que queremos”, escreveu Lula pelo Twitter. Já Caetano Veloso, compartilhou uma publicação do site Mídia Ninja que diz que o cantor e Lula estão “juntos por um Brasil Feliz de Novo”.
 
 
 
Caetano apoiou Ciro Gomes (PDT) nas eleições de 2018, mas devido ao cenário de polarização entre Lula e o presidente Jair Bolsonaro (PL), o cantor já declarou que votará no petista neste ano.

Em entrevista ao Roda Viva, em dezembro de 2021, ao ser questionado se “iria de Lula”, o cantor confirmou. “Eu já estou de Lula, de certa forma, porque as coisas estão configuradas. Meu coração está com Lula e com Ciro”, afirmou.

O afastamento do cantor e Ciro Gomes já ocorre há alguns meses. Em outubro de 2021, durante entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Caetano classificou como "desagradável" os ataques de Ciro contra Lula. "Não me parece que venha a ser tão eficaz como ele e talvez João Santana pensem. E depois, não me agrada a agressividade contra Lula, porque Lula é uma figura na história do Brasil que eu não consigo não admirar e não sentir afeto", disse o cantor.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco