Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

REALITY SHOW

Vencedor do BBB22, Arthur Aguiar comenta polêmica de votação com robôs

Publicado em: 28/04/2022 11:54

 (Foto: Reprodução/Globoplay)
Foto: Reprodução/Globoplay
Arhur Aguiar, campeão do BBB22, falou sobre as acusações de uso de robôs nas votações durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (27/4).

Na segunda-feira (25/4), viralizaram imagens onde aparecem computadores que estariam supostamente votando em Arthur Aguiar de forma automática para que ele fosse campeão do BBB. Em entrevista coletiva, o ator disse que essa não foi a primeira vez que esse tipo de acusação aconteceu no reality.

"Eu não tive oportunidade de ver nada ainda, muito pouco. Mas, de fato, eu devo ter feito algum barulho, porque até o ex-presidente falar sobre mim, sobre uma possibilidade. Não é o primeiro ano que falam que quem tá na frente teve algum robô, as pessoas sempre tentam criar uma teoria para desmerecer quem está na frente”, disparou.

Em seguida ele replicou uma fala da esposa Maíra Cardi, falando sobre a segurança da Globo em relação à manipulação de resultados.

"Acho que a TV Globo é uma empresa gigantesca, que tem milhões de sistemas de defesa contra tudo isso e acho que eles podem falar melhor que eu. Acho muito difícil isso ter algum efeito, fazer alguém ser campeão de um programa. O tempo todo as pessoas tentaram desmerecer qualquer vitória que eu tive no programa. Isso eu vou deixar para Globo responder, acho que ela que tem que responder, ela que tem um sistema de votação, de segurança. Eu acredito que, da minha parte, da minha equipe, isso não faz o menor sentido", concluiu.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco