Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

STREAMING

Netflix divulga 'Heartstopper' como uma das séries mais vistas no mundo

Publicado em: 28/04/2022 12:53

 (Foto: Netfilx/ Divulgação)
Foto: Netfilx/ Divulgação
A nova produção da Netflix “Heartstopper” chegou ao catálogo no dia (22/4), e teve uma ótima recepção do público e entrou para o Top 10 da plataforma. A série aborda temas LGBTQIA +, autoconhecimento e conflitos da adolescência.

A Netflix anunciou os números iniciais da primeira temporada da série, o programa registrou 14,5 milhões de horas assistidas na plataforma em seus três primeiros dias. Com isso, Heartstopper é uma das séries em língua inglesa mais vistas do mundo na semana passada.

O seriado já era aguardado há bastante tempo pelos fãs dos livros que inspiraram a produção. Os oito episódios da trama foram baseados em Dois Garotos, Um Encontro (2017), Minha Pessoa Favorita (2019), Um Passo Adiante (2020) e De Mãos Dadas (2021), escritos por Alice Oseman, que também assinou a produção executiva da trama.

Heartstopper conta com Euros Lyn na direção e com um elenco estreante. Kit Connor e Joe Locke fazem os protagonistas Nick e Charlie, respectivamente. Yasmin Finney (Elle Argent), Sebastian Croft (Ben), William Gao (Tao), Corinna Brown (Tara), Fisayo Akinade (Mr. Ajayi), Rhea Noewood (Imogen), Jenny Walser (Tori) e Olivia Colman integram o elenco.

A cronologia acompanha os jovens Charlie e Nick, que se conhecem no ensino médio. A amizade entre os dois começa a se transformar em um romance, eles precisam encarar essa jornada de autodescoberta e aceitação, apoiando um ao outro e aprendendo a ser eles mesmos.
 
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Registro de armas dispara no Brasil durante governo Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco