Cinema Catherine Deneuve premia Bull, filme que faz críticas a Donald Trump

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 17/09/2019 09:31 Atualizado em: 17/09/2019 10:47

Os diretores de cinema americanos Kyle Marvin, Michael Angelo Covino, Carlo Mirabella Davis e Robert Eggers premiados no festival. Foto:AFP / LOIC VENANCE
Os diretores de cinema americanos Kyle Marvin, Michael Angelo Covino, Carlo Mirabella Davis e Robert Eggers premiados no festival. Foto:AFP / LOIC VENANCE
O filme Bull, selecionado também em Cannes, "teve votação unânime dos jurados", disse Deneuve. É um filme "político sem ser dogmático", "uma descrição do aprendizado com o desastre social como pano de fundo", uma fotografia "justa e perturbadora" dos Estados Unidos de Trump, afirmou Deneuve.

Exibido em maio passado em Cannes, o filme conta a história da aproximação entre uma adolescente sonhadora e um envelhecido peão numa região pobre de Houston. Bull recebeu também o prêmio da crítica e o prêmio revelação.

O segundo lugar entre dois filmes: a comédia The climb, primeiro longa-metragem de Michael Angelo Covino, e The lighthouse, um filme dramático de Robert Eggers, protagonizado por Robert Pattinson e Willem Dafoe e produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira.

O prêmio especial do 45º aniversário do festival foi concedido a Shallow, de Carlo Mirabella-Davis, que conta a história de uma jovem casada com um homem bem-sucedido e que sofre de uma doença rara que a leva a engolir objetos. A competição contou com 14 longas. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.