Livro sobre Lia de Itamaracá é lançado na Fenearte

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 12/07/2019 13:50 Atualizado em: 12/07/2019 16:56

Lia e Marcelo Henrique Andrade. Foto: Ytallo Barreto/Divulgação
Lia e Marcelo Henrique Andrade. Foto: Ytallo Barreto/Divulgação
A história da cirandeira Lia de Itamaracá, que neste ano completou 75 anos, é narrada no livro-reportagem que tem como título o nome da artista. O perfil foi traçado pelo jornalista pernambucano Marcelo Henrique Andrade e será lançado no próximo sábado (13), na Fenearte, que nesta edição homenageia a ciranda. A sessão de autógrafos do autor e da homenageada acontecerá no Salão Janete Costa, no Centro de Convenções de Pernambuco, a partir das 17h. 

Adentrando a vida pessoal de Maria Madalena Correia do Nascimento (nome de batismo da cantora) o trabalho passeia por diversos momentos e episódios da vida da cantora do litoral da Mata Norte. O dia em que a casa dela foi incendiada, a relação com a filha adotiva Chica, o romance com o marido Toinho e a polêmica em torno da autoria da música Essa ciranda quem me deu foi Lia, do cirandeiro Antônio Baracho, estão presentes no livro.

Os relatos ainda remontam o começo da carreira de Lia, ainda na década de 1970, quando lançou o primeiro LP, A rainha da ciranda (1977). Em janeiro, trechos desse trabalho também foram publicados no fotolivro Lia de Itamaracá: 75 anos cirandando com resistência, sorrisos e simplicidade. O novo material tem 136 páginas que o jornalista reuniu, entre depoimentos da cirandeira, de familiares e artistas pernambucanos, além de falas de profissionais da imprensa e de especialistas na área de cultura e música. A obra reúne fotografias de Ytallo Barreto e de fotógrafos parceiros, que documentaram a trajetória da Rainha da Ciranda ao longo de mais de 60 anos de carreira.

A obra é resultado de dois anos e meio de uma pesquisa de mestrado pela Universidade Federal da Paraíba. “É um trabalho literário composto de fragmentos reais. É uma espécie de grande reportagem dividida em capítulos. Ao lado de Lia, selecionei os momentos mais marcantes e impactantes da vida e da carreira dela”, explica o jornalista Marcelo Henrique Andrade. 

CENTRO CULTURAL
A venda do livro-reportagem será revertida para a reconstrução do Centro Cultural Estrela de Lia, na Ilha de Itamaracá. O espaço possui um salão, palco, camarim e desde 2016 passa por reformas e ampliações. A ideia é que seja utilizado para atividades culturais diversas e apresentações de Lia aos sábados. Além de integrar a rota turística e cultural de Itamaracá, o centro também viabiliza oficinas de artes ensinando ciranda, percussão, fotografia, teatro, cavalo-marinho e entre outras coisas.

SERVIÇO
Livro Lia de Itamaracá
Quanto:R$ 40
Quando:Sábado (13), às 17h
Onde: Salão Janete Costa - Fenearte, Centro de Convenções de Pernambuco


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.