Pernambuco.com
Pernambuco.com
Notícia de Divirta-se

Artes

Arte primitivista de Aelcio Santos ganha exposição no Recife

Publicado em: 12/07/2019 11:41 | Atualizado em: 12/07/2019 12:16

As cores e atmosfera de Olinda marcam a obra de Aelcio Santos. Foto: Aelcio Santos/Divulgação.
Em sua primeira exposição individual, o multiartista olindense Aelcio Santos, 58 anos, apresenta seus trabalhos sábado (13), na Galeria Arte Maior, no bairro de Boa Viagem. A mostra taz uma arte colorida, alegre, de traços instintivos e espontâneos. Essas características remetem diretamente a duas vanguardas: o estilo naïf de Henri Rousseau e o primitivismo do pernambucano Bajado.
 
Autodidata, o artista fez sua primeira exposição aos 15 anos, no Museu MAC, como aluno da rede estadual. Quando jovem, também participou da equipe que desenhou figurinos, alegorias, fantasias, murais e estandarte para a tradicional troça carnavalesca Espanadores de Olinda. Ali, o Carnaval entraria de vez em sua mente, como forte inspiração estética e temática.
 
"Eu sempre convivi com a cultura popular. Ao lado de minha mãe, conheci as origens do coco de roda", ele conta. A mãe D. Neuza do Côco foi grande incentivadora do trabalho do filho. Por conta dela, Aelcio pôde estar ligado ao carnaval desde cedo. Não só pulando a festa ou a usando tema, mas também pensando o carnaval como inspiração para sua assinatura artística. 

Desde então, o olindense se inspira também nos diversos personagens, nas cores e na atmosfera do dia a dia da cidade. Sua relação com Olinda vai para além do carnaval, também compõem seus quadros as tapioqueiras, o puxador de rede de pesca, o carregador de caranguejo, o vendedor de picolé, de caldo de cana, entre outros personagens populares do cotidiano do artista. "Eu pinto o cotidiano das pessoas. Transmito em meus quadros o que fotografo em minha mente, todos os dias. Meu amor é a pintura. É uma fotografia que nunca vai sair da minha cabeça", explica Aelcio.
 
O popular na obra do artista. Foto: Aelcio Santos/Divulgação.
A criatividade intuitiva encanta não somente pela pureza dos traços coloridos, mas a forma como coloca suas emoções nos personagens. "Aelcio é um artista primitivo, que pinta o cotidiano de sua gente como fazia Bajado, mas tem um estilo bem próprio", comenta o marchand Sergio Oliveira, responsável pela curadoria da exposição.
 
Os 30 quadros que foram produzidos nos últimos 2 anos aparecem em diversos formatos, pintados em acrílico sobre eucatex. As obras estarão disponíveis para compra e o artista marcará presença no dia de abertura do evento.
 
SERVIÇO 
Exposição Aelcio Santos
Onde:
Galeria Arte Maior (Avenida Conselheiro Aguiar, nº 1472, Loja 63, Boa Viagem)
Quando: Sábado (13), às 10h00
Informações: (81) 3301-4354/ (81) 99261-6612
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Sam Nóbrega
O esforço de Guilherme e a rede de solidariedade que surgiu
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco