Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Ciência e Saúde
Combate OMS recomenda sexo seguro ou abstinência em regiões afetadas por zika Organização também pede um maior acesso a métodos emergenciais contraceptivos

Publicado em: 18/02/2016 22:16 Atualizado em:


A Organização Mundial da Saúde fez uma recomendação nesta quinta-feira a quem estiver em regiões afetadas pela zika. De acordo com o guia lançado pela OMS, é preciso evitar sexo desprevenido ou até mesmo se abster de manter relaçoes em zonas atingidas pela doença por, no mínimo, quatro semanas. A informação é da Deutsche Welle.

O guia, intitulado "Prevenção da potencial transmissão sexual do zika", faz a mesma recomendação a moradores dessas áreas, sem mencionar, entretanto, um tempo mínimo.

A recomendação da OMS se baseia no fato de que a maior parte das contrações do vírus zika é assintomática. Há também a possibilidade que aconteça transmissão por via sexual.

A organização também pede que grávidas utilizem preservativos ou se abstenham de manter relações sexuais durante a gestação, além de defender um maior acesso a métodos anticoncepcionais de emergência, como a pílula do dia seguinte.

A importância de um atendimento farmacêutico correto
Primeira Pessoa com Padre Reginaldo Veloso
Sobre Vidas: Casinha - Associação dos Amigos da Vila do Papelão
Dp Auto no Jeep Experience
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco