Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

VACINAÇÃO

Pessoas acima de 40 anos podem tomar 4ª dose a partir de amanhã no DF

Publicado em: 15/06/2022 16:55

 (Tomaz Silva/Agência Brasil)
Tomaz Silva/Agência Brasil
A partir desta quinta-feira (16), o Distrito Federal começa aplicar a quarta dose da vacina contra a Covid-19 em pessoas com 40 anos de idade ou mais. O anúncio foi feito pelo governador Ibaneis Rocha nas redes sociais.

"Iniciaremos, a partir de amanhã (16), a aplicação da 4ª dose para maiores de 40 anos. A medida tem nos permitido voltar à normalidade. Confiram os locais de vacinação e vacinem-se", postou o governador. 

Os locais onde as vacinas serão aplicadas podem ser consultados na página da Secretaria de Saúde do DF na internet.

Até então, a segunda dose de reforço, ou quarta dose da vacina, estava disponível para pessoas com 50 anos ou mais, além de profissionais de saúde. Até agora, pouco mais de 232 mil pessoas tomaram a quarta dose na capital do país.

O intervalo exigido para a aplicação da quarta dose são quatro meses da dose anterior. De acordo com último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, o DF registrou 753.025 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia. Desse total, 11.702 foram levados a óbito por complicações da doença.

De acordo com a orientação do Ministério da Saúde, as vacinas contra a Covid-19 e contra a gripe podem ser aplicadas de forma simultânea, na mesma visita ao posto de saúde. 

A campanha anual de imunização contra a gripe segue em vigor no Distrito Federal.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Nova presidente da Caixa toma posse e anuncia primeiras medidas
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Grupo Diario de Pernambuco