Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

ESTUPRO

Em Minas, Mãe flagra tio estuprando sobrinha de 13 anos

Publicado em: 04/05/2022 10:35

Crime aconteceu em 27 de março, quando a mãe da adolescente flagrou o momento em que o suspeito abusava da filha dela. Polícia não deu detalhes dos fatos (Foto: PCMG/Divulgação)
Crime aconteceu em 27 de março, quando a mãe da adolescente flagrou o momento em que o suspeito abusava da filha dela. Polícia não deu detalhes dos fatos (Foto: PCMG/Divulgação)
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou nesta terça-feira (3) que prendeu um homem investigado por estupro de vulnerável, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A vítima do crime é uma adolescente de 13 anos, sobrinha do suspeito.

Embora o caso tenha sido divulgado hoje pela PCMG, o mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça foi cumprido nessa segunda-feira (2).

Conforme a Polícia Civil, o crime aconteceu em 27 de março deste ano, quando a mãe flagrou o momento em que o investigado abusava da filha dela. As autoridades não deram detalhes sobre a dinâmica dos fatos.

“Posteriormente, a mulher ficou sabendo que os abusos vinham ocorrendo há cerca de um ano, tendo se repetido diversas vezes. O homem então alegou que mantinha um 'romance secreto' com a adolescente”, informou a PCMG, via assessoria.

As investigações e a prisão foram realizadas pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em Sabará.

O acusado, que não teve a idade divulgada pela Polícia, foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanece à disposição da Justiça.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Ataque a tiros em escola nos EUA deixa 21 mortos
Para OMS, varíola do macaco ainda pode ser contida
Manhã na Clube: Henrique Queiroz Filho (PP), Edno Melo (Republicanos) e André Morais (CORECON-PE)
Soldado russo condenado à prisão perpétua por matar civil na Ucrânia
Grupo Diario de Pernambuco