Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

ESTRUPO

Em Minas, homem é preso sob suspeita de estuprar menino em piscina de bolinhas

Publicado em: 05/05/2022 11:08

 (Foto: PMMG/Divulgação)
Foto: PMMG/Divulgação
Um homem de 61 anos foi preso nessa terça-feira (3/5) pela Polícia Militar acusado de estuprar um menino de 12 anos em uma piscina de bolinhas, localizada no parque de diversões da ExpoZebu 2022, em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O suspeito negou o crime, mas acabou encaminhado para o presídio local.

De acordo com a PM, uma testemunha gravou um vídeo conversando com o adolescente, que relatou ter recebido uma proposta de R$ 50 para praticar sexo oral e sexo anal com ele. O menino teria sido o ativo na suposta relação.

Ainda segundo informações do boletim de ocorrência, o garoto estava desaparecido desde domingo (1/5) e passou os últimos dias dormindo na piscina de bolinhas do parque de diversões.

Conforme o registro policial, no vídeo repassado pela testemunha é possível verificar o suspeito aguardando a chegada do menino, que é acompanhado por um outro indivíduo não identificado até o interior do brinquedo às 00h23 desta terça-feira.

Suspeito nega o crime, mas menino confirma

O suspeito disse aos militares que realmente deixou o menino dormir na piscina de bolinhas, tendo em vista que iria arrumar um serviço para ele no parque. Contudo, ele negou ter abusado sexualmente da criança.

Por sua vez, o menino confirmou ter sido vítima do crime e foi levado para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), onde passaria por exames médicos e receberia assistência social do Conselho Tutelar.

Posicionamento da Polícia Civil
Por meio de nota, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que ratificou a prisão em flagrante do suspeito pelo crime de estupro de vulnerável.

“Após a finalização dos trabalhos da polícia judiciária, o homem foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça”.

“A investigação do suposto crime prossegue, sob sigilo, na Delegacia de Orientação e Proteção à Família, em Uberaba, para a completa elucidação dos fatos”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Manhã na Clube: entrevistas com Bruno Rodrigues e Débora Almeida
Grupo Diario de Pernambuco