VOOS

Covid-19: entenda o direito do consumidor que teve voo cancelado

Publicado em: 12/01/2022 17:17

 (Foto: Paulo Paiva/DP
)
Foto: Paulo Paiva/DP
Os primeiros dias do ano estão sendo marcados pelo cancelamento de centenas de voos por falta de tripulação. A situação é provocada pelo afastamento de pilotos, copilotos e aeromoças por Covid-19 e gripe influenza. O impacto é sentido na Azul, Gol e Latam, as principais empresas do país.

Com o cancelamento de voos, os passageiros que compraram bilhetes têm o direito de serem restituídos. Segundo o Procon de São Paulo, o consumidor deve ser reacomodado em outro voo, receber o reembolso integral da passagem em até sete dias ou optar pela remarcação da data da viagem sem qualquer custo.

Em 1º de janeiro, voltaram a valer as antigas regras para alteração e cancelamento de voos. Com o término da validade da Lei nº 14.174/2021, as regras que estavam em vigor durante o auge da pandemia de covid-19 não serão mais aplicadas em função do fim da flexibilização. Está em vigor a Resolução nº 400/2016 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Durante a pandemia, o consumidor que cancelasse uma passagem para viagens entre 19 de marco de 2020 e 31 de dezembro de 2021, estava isento da cobrança de multa, e o valor pago era convertido em crédito para próxima viagem. Quem optasse pelo reembolso teria até um ano para receber o valor, que seria corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O Procon-SP orienta que o órgão seja acionado caso a preferência do consumidor pela remarcação ou devolução do valor pago não seja respeitada pelas companhias aéreas.

Nesta semana, o órgão notificou as empresas a prestarem esclarecimentos sobre as medidas tomadas para minimizar os danos aos passageiros devido aos cancelamentos e a informarem os dados sobre a quantidade de voos cancelados e de pessoas afetadas.

A medida também foi tomada pela Secretaria Nacional do Consumidor, órgão do Ministério da Justiça. A secretaria quer que a Azul, Gol e Latam informem os dados sobre os voos cancelados e o funcionamento do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) para atender os passageiros afetados pelos cancelamentos.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL

Prorrogada presença da Força Nacional em terra indígena no RS

19/08/2022 às 09h15

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

19/08/2022 às 08h12

Ex-vereador Gabriel Monteiro tem mandato cassado

18/08/2022 às 22h58

Confira os resultados da Lotofácil 2602 e da Timemania 1823 desta quinta-feira

18/08/2022 às 21h52

Anvisa discute liberação da vacina infantil para seis meses a quatro anos

18/08/2022 às 19h31

Brasil é o 5º país com mais casos da varíola do macaco

18/08/2022 às 19h24

Colisão mata sete pessoas em Piracanjuba, entre elas duas crianças

18/08/2022 às 14h40

STF decide que profissionais de saúde vítimas da Covid devem ser reparados

18/08/2022 às 14h35

Menino de 2 anos entra em máquina de pegar pelúcias no Rio

18/08/2022 às 13h20

Sorvetes Häagen-Dazs são recolhidos por suspeita de substância tóxica

18/08/2022 às 12h48

Celular explode enquanto criança assistia a vídeo no Ceará

18/08/2022 às 12h34

Quatro pessoas são presas com uma tonelada de cabos de cobre

18/08/2022 às 10h44

Fontes renováveis na matriz energética devem aumentar em 2022, diz MME

18/08/2022 às 10h02

Sérvia e Kosovo mantêm diálogo sob a égide da UE

18/08/2022 às 09h48

Serviços no Rio ainda não foram normalizados após ataque de hacker

18/08/2022 às 09h36

Termina nesta quinta-feira prazo para pedir voto em trânsito

18/08/2022 às 09h05

Cinco estados tiveram mais de 20 mil ações policiais durante pandemia

18/08/2022 às 09h02

Pensão atrasada: mãe de Eliza Samúdio fala sobre decreto de prisão de Bruno

17/08/2022 às 22h48