Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

MENINO PRODÍGIO

Garoto de 13 anos é aprovado em primeiro lugar na Universidade Estadual do Ceará

Publicado em: 01/09/2021 22:10

Em 2020 ele havia passado, também em primeiro lugar, no exame da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), em Barbacena (MG) (Foto: Arquivo pessoal)
Em 2020 ele havia passado, também em primeiro lugar, no exame da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), em Barbacena (MG) (Foto: Arquivo pessoal)
Com apenas 13 anos, Caio Temponi, coleciona grandes conquistas. A última foi o primeiro lugar no vestibular para administração na Universidade Estadual do Ceará (UECE). No ano passado ele havia passado, também em primeiro lugar, no exame da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (Epcar), em Barbacena (MG), acertando todas as questões.

Este ano conquistou a medalha de ouro na Olimpíada de Mayo nível 1 (até 13 anos). E foi o único brasileiro a levar a medalha dourada desta edição, que contou com a participação de 12 países da América Latina. Caio não foi apenas o único brasileiro com a medalha de ouro como também tirou a maior nota do exame: 44 pontos, enquanto outros colocados chegaram a 34 pontos.

A mãe de Caio, Laurismara, disse que ele é dedicado e muito focado. A prova disso é a aprovação em primeiro lugar na UECE, em Administração, além de ter tirado a quarta maior nota de todo o vestibular: “Desde novinho ele sempre gostou muito de estudar e sempre teve muita facilidade com todas as matérias. A paixão dele por matemática o levou a essas conquistas”, afirma a mãe”.

Caio possui laudo de altas habilidades e cursa atualmente o primeiro ano do ensino médio, segundo a mãe, o desejo de Caio é cursar uma faculdade de direito, porém o curso não está disponível na UECE. Este ano, ele fará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para tentar ingressar em medicina, curso, que assim como administração, é um dos mais concorridos da universidade.

O garoto de 13 anos é fluente em inglês (Foto: Arquivo pessoal)
O garoto de 13 anos é fluente em inglês (Foto: Arquivo pessoal)
No total, ele já ganhou quatro ouros na Canguru de Matemática, um ouro na Mayo (Olimpíada Internacional de Matemática), um ouro na Olimpíada Mineira de Matemática (OMM), um ouro na Olimpíada nacional do colégio Elite (Onelite), dois ouros na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), uma prata na Olimpíada Brasileira de Informática (OBI), uma prata na Olimpíada Paulista de Matemática (OPM), uma prata na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), um bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), um bronze na OBMEP, uma menção honrosa na OBM, e uma menção honrosa na Olimpíada Matemáticos por Diversão (OMPD). Foi o 1° colocado geral do CMJF 2018, o 1° colocado geral da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) 2021 (gabaritando matemática, português e inglês), 1° colocado da UECE 2021 (Administração) e 4° lugar geral da UECE 2021. Nas Olimpíadas de Xadrez, Caio ganhou três ouros, uma prata e um bronze na LIGA X.

Fluente em inglês, a mãe destaca que ele adora participar das olimpíadas e dos concursos, e de jogar futebol (não perde um jogo do Flamengo, time do coração). Com tantas conquistas, Caio criou um canal, que é sua paixão no Youtube, para ajudar candidatos com questões para passar em concursos militares, vestibulares e olimpíadas. O canal Gabaritando Com Caio Temponi conta com mais de 11 mil inscritos, e Caio deixa um recado para quem está se preparando para alguma prova: “Estude, dê o melhor de si com foco e concentração, e também se inscreva lá no meu canal, pois eu tenho certeza que vai ajudar muitas pessoas”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco