Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

AERONÁUTICA

Vice-governador exonera assessor especial suspeito de tráfico internacional de drogas com aviões da FAB

Publicado em: 04/02/2021 14:03 | Atualizado em: 04/02/2021 14:13

 (Foto: Reprodução )
Foto: Reprodução
O vice-governador do DF, Paco Britto (Avante), decidiu exonerar o assessor especial de seu gabinete Jorge Luiz da Cruz Silva, que é sargento da Aeronáutica.

O militar da Aeronáutica é investigado pela Polícia Federal (PF) por suspeita de participação em tráfico internacional de drogas com aviões da FAB e foi alvo de operação deflagrada nesta semana.

Em nota, Paco afirma que a exoneração, que será publicada no Diário Oficial do DF”, ocorre “para que todos os fatos sejam apurados”.

O militar foi candidato a deputado distrital na última eleição pelo PMB (Partido da Mulher Brasileira) e teve 10.745 votos. Usou o nome “Salve Jorge”. Foi na campanha que ele se aproximou de Paco Britto.

Nascido em Brasília, o militar completa 40 anos em 14 de fevereiro. Antes de assumir o cargo na vice-governadoria do DF, ele foi assessor da Secretaria de Esporte, na gestão de Leandro Cruz, que foi ministro do Esporte no governo de Michel Temer, e hoje é secretário de Educação do DF.

Entenda o caso:
A Polícia Federal suspeita que Jorge Luiz esteja envolvido no recrutamento de militares como “mulas” para usar as aeronaves da FAB para transportar drogas.

A investigação faz parte da Operação Quinta Coluna, deflagrada nesta terça-feira (02). O sargento Jorge Luiz foi alvo de mandado de busca e apreensão.

Nas investigações, polícias apuram suposto esquema em que as aeronaves oficiais eram usadas para traficar drogas, como o que levou um militar a ser preso na Espanha em junho de 2019, com 39 kg de cocaína na bagagem de mão.

Veja a íntegra da nota do gabinete do vice-governador Paco Britto:
“O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, esclarece que, acaba de assinar a exoneração do servidor Jorge Luiz Cruz da Silva, do cargo de assessor especial, após denúncia de que o militar é investigado por suspeita de tráfico de drogas. A publicação do ato que exonera o servidor será publicado no Diário oficial do DF. De acordo com Paco, o servidor será exonerado para que todos os fatos sejam apurados. Luiz Cruz era servidor da Secretaria de Esporte do DF antes ser transferido para o gabinete do vice-governador”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/03
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco