Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

INVESTIGAÇÃO

TRF-1 manda PF abrir investigação sobre relatório contra Wassef

Publicado em: 04/02/2021 19:23

 (Foto: Sergio Lima/AFP)
Foto: Sergio Lima/AFP
O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) determinou que a Polícia Federal abra investigação sobre a produção de um relatório contra o advogado Frederick Wassef, que atuou para a família do presidente Jair Bolsonaro. O documento foi elaborado pelo antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e identificou movimentações suspeitas envolvendo Wassef.

No começo da semana, o TRF-1 já havia declarado ilegal a produção do relatório, e determinado que as investigações que correm contra o jurista e tem como base as informações do levantamento sejam paralizadas. O relatório foi elaborado após o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, ser preso na casa do advogado, em São Paulo.

Queiroz seria operador de um esquema de rachadinhas montado no gabinete de Flávio. De acordo com investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro, o senador, que na época era deputado estadual, ficava com parte do salário dos assessores de seu gabinete. O TRF-1 entende que o relatório contra Wassef ocorreu por meio de "geração espontânea", sem base legal para que fosse realizado.

Fontes ouvidas pela reportagem junto ao TRF-1 confirmam o pedido de abertura de investigação, que pode avançar sobre servidores da Receita Federal. A medida pode embasar alegações de outros investigados que foram alvos de relatórios de inteligência financeira.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
De 1 a 5: saiba qual é seu perfil profissional e como tirar o máximo proveito dele
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 01/03
Doença da urina preta: síndrome rara pode levar à UTI
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco