Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Brasil

SAÚDE

Covid-19: Ministério da Saúde não divulga dados completos há cinco dias

Publicado em: 10/11/2020 07:28

 (Foto: AFP)
Foto: AFP
Ainda com reflexos da identificação de vírus no sistema do Ministério da Saúde, o balanço de ontem vem com defasagem nos números de estados como São Paulo, mais afetado pela pandemia no Brasil. Com mais 231 mortes e 10.917 casos do novo coronavírus, o país totaliza 162.628 vidas perdidas e 5.675.032 de infectados. Amapá também não teve novas atualizações dos dados ontem. Dados de mortes do Rio de Janeiro e Minas Gerais estão zerados por problemas no sistema. O Rio atualizou o número de novos casos, mas disse que o total de óbitos será computado quando o sistema do Ministério da Saúde voltar ao normal. No caso do Amapá, o abastecimento de informações tem sido afetado pelo blecaute que atinge o estado.

A falta de informações afeta diretamente a média móvel que faz uma média entre o número de mortes da última semana. Ela é comparada com média dos 14 dias anteriores para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda. A média móvel de mortes por covid-19 no Brasil está em 339, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). O número considera a média diária de mortes da última semana para eliminar distorções geralmente observadas nos dados dos fins de semana.

Das 27 unidades federativas, 24 registram números acima de mil mortos pelo novo coronavírus. São Paulo (39.717) e Rio de Janeiro (20.905) são os dois estados com mais de 20 mil óbitos cada. Os números de SP, no entanto, permanecem os mesmos de domingo.

Segundo o governo de São Paulo, a Secretaria de Saúde não consegue acessar os dados completos sobre o novo coronavírus desde a última quinta-feira e as razões para a desatualização são desconhecidas pelo estado. “Assim como nós, alguns outros estados não estão recebendo estes dados”, afirmou o secretário de Saúde Jean Gorinchteyn. Segundo ele, foi enviado ofício ao Ministério da Saúde solicitando a imediata retomada do serviço de acompanhamento epidemiológico.

De acordo com a pasta comandada por Eduardo Pazuello, porém, problemas técnicos inviabilizaram parte das atualizações. “As informações serão atualizadas ou corrigidas após o restabelecimento da rede”, informou. A rede de tecnologia do Ministério da Saúde foi afetada por um vírus na última quinta-feira, que atingiu algumas estações de trabalho do órgão. “Por medida de segurança, a equipe bloqueou o acesso à internet, controlando a propagação do vírus, evitando maiores prejuízos ao parque tecnológico da pasta e garantindo a segurança dos dados”, completou, em nota.

Além de São Paulo e Rio de Janeiro, acumulam mais de mil mortes pela covid-19 cada: Ceará (9.404), Minas Gerais (9.204), Pernambuco (8.740), Bahia (7.818), Pará (6.795), Rio Grande do Sul (5.997), Goiás (5.874), Paraná (5.470), Amazonas (4.644), Maranhão (4.130), Espírito Santo (3.938), Mato Grosso (3.867), Distrito Federal (3.759), Santa Catarina (3.231), Paraíba (3.160), Rio Grande do Norte (2.601), Piauí (2.470), Alagoas (2.274), Sergipe (2.244), Mato Grosso do Sul (1.634), Rondônia (1.478) e Tocantins (1.114).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 01/12
De 1 a 5: Novembro Azul chega ao fim, mas prevenção do câncer de próstata precisa ser permanente
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão #276 Propagação vegetativa em plantas
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 30/11
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco