RIO DE JANEIRO Sequestrador morre após ser atingido por tiros de sniper em Niterói

Por: Diario de Pernambuco

Por: Correio Braziliense - Correio Braziliense

Publicado em: 20/08/2019 09:14 Atualizado em: 20/08/2019 14:14

Foto: OTT/Reprodução
Foto: OTT/Reprodução
Após cerca de quatro horas de negociação, termina o sequestro na ponte Rio-Niterói. Por volta das 9h desta terça-feira, o sequestrador foi atingido por tiros de sniper. No momento em que ele saiu do ônibus os atiradores de elite dispararam. Segundo os passageiros, o homem identificado depois como William Augusto do Nascimento, de 20 anos, caiu na escada do ônibus e morreu no local.

'O Tomador de Refém foi neutralizado por um atirador de precisão do BOPE e todos os reféns foram libertados ilesos', informou a a PMERJ.

Mais cedo, às 8h30, 31 pessoas ainda estavam como reféns. Seis passageiros chegaram a ser liberados. As vítimas foram socorridas sem ferimentos, mas em estado de choque. Uma das mulheres saiu do local desacordada. Em um momento de tensão, a polícia pediu para que a imprensa e fotógrafos se afastassem do local.

Veja o vídeo no momento do disparo




Sobre o sequestro 

O homem teria se identificado como policial militar e ordenado que o motorista parasse o veículo e o atravessasse na pista. Ele estava com um galão de combustível, uma arma de brinquedo e uma pistola de choque, e ameaçava atear fogo no interior do ônibus. Ainda não se sabe qual é a motivação do sequestrador, mas as autoridades acreditam que a ação tenha sido premeditada.

O veículo da Viação Galo Branco parou no local desde o fim da madrugada e o trânsito no sentido Rio de Janeiro ficou totalmente bloqueado. 

Linha do tempo

5h25
: o criminoso, identificado posteriormente como William Augusto Nascimento, anunciou o sequestro
6h: o sequestrador manda o ônibus parar na Ponte Rio-Niterói, sentido Rio de Janeiro. PRF informa que ele ameaçava incendiar o veículo
6h53: negociadores do Batalhão de Operações Especiais (Bope) chegaram ao local
7h45: o sequestrador desce do ônibus, diz algo aos negociadores e volta ao coletivo
7h50: o Bope assume as negociações
8h06: o sequestrador joga a caixa deixada pela polícia na porta do ônibus para fora
8h20: seis reféns foram liberados desde o começo do sequestro; 31 estavam no ônibus
9h04: um atirador de elite atira, no mínimo, seis vezes e atinge o criminoso. Reféns e locais aplaudem atitude
9h18: a polícia confirma que o sequestrador morreu e que ele usava uma arma de brinquedo
9h45: o governador Wilson Witzel chega à ponte de helicóptero e comemora o desfecho do sequestro

Saiba mais

'Hoje não chora a família de um inocente', diz Bolsonaro


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.