Reconstrução Jovem escalpelada pode perder reimplante feito de emergência

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 16/08/2019 09:39 Atualizado em: 16/08/2019 10:36

Foto: Reprodução/Whatsapp (Foto: Reprodução/Whatsapp)
Foto: Reprodução/Whatsapp

A jovem Débora Esthefany Dantas de Oliveira, de 19 anos, que foi vítima de escalpelamento, permanece na UTI do Hospital da Restauração. Segundo a assessoria de imprensa da unidade, o quadro clínico é estável. Ainda de acordo com o boletim médico, nesta quinta-feira (15), ela apresentou novos microtrombos, que são coálogos nos pequenos vasos na área da cirurgia, o que pode provocar a perda do reimplante feito no atendimento de emergência.

Diante desse quadro, os médicos estudam outra fase de reconstrução. A partir de agora, podem ser feitos enxertos utilizando peles retiradas de outras regiões do corpo da paciente. A família mostrou interesse em transferir Débora para outro centro de tratamento e a equipe médica que atende a jovem no HR demonstrou apoio, caso isso venha a ocorrer.

Entenda

Família quer que supermercado custeie cirurgia e tratamento de jovem

''Filme de terror'', diz namorado de jovem escalpelada em kart

Jovem tem couro cabeludo arrancado durante corrida de kart no Recife

Relembre o caso

Moradora do bairro do Engenho do Meio, na Zona Oeste da capital, Débora tinha ido pela primeira vez a um kart no último domingo (11). Durante a corrida, o cabelo dela foi puxado pelo motor do veículo, arrancando todo o couro cabeludo. Ela deu entrada no Hospital da Restauração por volta das 18h do mesmo dia, onde segue internada.

Familiares da jovem prestaram queixa do ocorrido Delegacia de Boa Viagem. De acordo com a Polícia Civil, uma investigação será aberta para avaliar a negligência da empresa de kart, mas a polícia só se pronunciará "em momento oportuno". O inquérito tem 30 dias para ser concluído.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.