Risco Desafios lançados na internet colocam em risco crianças e adolescentes

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 14/05/2019 08:36 Atualizado em: 14/05/2019 09:41

Foto: Reprodução/Pixabay. (Foto: Reprodução/Pixabay.)
Foto: Reprodução/Pixabay.

O caso mais recente de desafio de internet investigado pela polícia data de setembro de 2018. Trata-se do desafio da Boneca Momo, que ficou a cargo do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA). Na época, uma adolescente de 13 anos teria cortado os pulsos ao participar do jogo. O fato ocorreu no bairro de Curcurana, em Jaboatão dos Guararapes. 

A adolescente morava com os avós, que alertaram a mãe da garota ao perceber que a neta havia apresentado mudança de comportamento durante vários dias. Ao procurar a filha, a mãe descobriu ferimentos no pulso dela. A princípio, a adolescente negou se tratar de um desafio de internet, afirmando que o ferimento teria sido provocado pelas próprias unhas, mas a mãe descobriu que a filha estava com uma lâmina. Outro caso envolvendo a Boneca Momo foi registrado em Caruaru, no Agreste, em agosto do ano passado. Dois adolescentes, de 13 e 14 anos, desmaiaram na sala de aula de uma escola pública do município ao participar do desafio. As duas foram levadas a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

SAIBA MAIS
Elas haviam ingerido medicamentos em excesso, sendo submetidas a uma lavagem estomacal e, depois de medicadas, passaram a receber também tratamento psicológico. Em janeiro deste ano, a Polícia Federal (PF) em Pernambuco divulgou um alerta para pais e responsáveis a respeito de um novo jogo perigoso para crianças e adolescentes que circulava nas redes sociais: o Desafio Bird box ou Desafio Caixa de pássaros.

O desafio é inspirado em um filme Bird box, estrelado por Sandra Bullock, lançado em dezembro do ano passado. Em vídeos postados, internautas apareciam tentando realizar tarefas cotidianas com os olhos vendados, como se vivessem no mundo fictício do filme. Na película, criaturas misteriosas invadem a terra, levando todos que olham para elas a enlouquecer e cometer suicídio.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.