Saúde Pernambuco realiza encontro sobre Práticas Integrativas e Complementares em Saúde

Publicado em: 14/05/2019 08:34 Atualizado em: 14/05/2019 08:41

Crédito: Peu Ricardo/Esp.DP
Crédito: Peu Ricardo/Esp.DP

As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) são consideradas um conjunto de ações de prevenção, diagnóstico e tratamento fora do modelo médico dominante. Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece, de forma integral e gratuita, 29 procedimentos que envolvem abordagens de cuidado por meio de recursos terapêuticos diversos, mas que não substituem o tratamento tradicional. Para dialogar sobre o tema, ocorre nesta quarta-feira (15), das 8h às 17h, o 1º Encontro Estadual das PICs: Um Novo Olhar para o Cuidado em Saúde. O evento acontece no auditório da Secretaria Estadual de Saúde (SES), no bairro do Bongi. 

Em Pernambuco, 120 cidades ofertam algum tipo de prática, o que corresponde a 65% dos municípios pernambucanos. Os atendimentos ocorrem em 443 estabelecimentos de saúde da Atenção Primária, principal porta de entrada para o SUS. Só em 2017, foram ofertados quase 15 mil atendimentos individuais e cerca de 5 mil coletivos, alcançando 111,5 mil pernambucanos.

“O Brasil é referência mundial nesta modalidade, que tem o objetivo de evitar que as pessoas fiquem adoentadas. Além disso, quando necessário, as PICS também podem ser usadas para aliviar sintomas e tratar pessoas que já estão com algum tipo de enfermidade. Evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares”, comenta a coordenadora das Práticas Integrativas e Complementares (PICS) da SES, Silvana Monteiro.

Dados
De acordo com o Ministério da Saúde, em 2017, 8,2 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) ofertaram alguma das PICS, o que corresponde a 19% desses estabelecimentos. Essa oferta está distribuída em 3.018 municípios, ou seja, 54% do total, estando presente em 100% das capitais por iniciativa das gestões locais. Em 2016, foram registrados oferta em PICS em 2.203.661 atendimentos individuais e 224.258 atividades coletivas, envolvendo mais de 5 milhões de pessoas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.