Bordadeiras de Passira inspiram mostra gratuita no Recife

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 06/06/2019 18:35 Atualizado em: 06/06/2019 20:16

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A cidade de Passira, no Agreste do estado, é tradicionalmente conhecida pelo bordado, e será cenário da mostra Para si: um processo de ser, que entra em cartaz nessa quinta-feira (6) e segue até 30 de agosto, no Sesc Casa Amarela, na zona norte do Recife. A entrada é gratuita, e a visitação estará disponível de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h.

Idealizada em 2015, por Laís Domingues, a expressão faz parte do projeto Bordando o Feminino. A exibição apresenta em imagens o trabalho das mulheres que sustentam a principal atividade econômica do município onde moram e foi resultado de um intercâmbio cultural na cidade.

Durante cinco meses a fotógrafa participou de aulas de bordado com a artesã Luzinete Maria da Silva, e com o aprendizado conquistado nesse tempo, a artista se inspirou para a criação das fotografias que compõe a obra.

As bordadeiras passam dias e noites sentadas, com tecidos, agulhas e linhas. Bordam como ninguém e fazem da atividade sua forma de viver. Atraída por isso, e com o intuito de sobrepor sentido às suas fotografias, Laís usa linhas em partes marcantes das fotos, deixando mais evidente o seu olhar sobre as mulheres retratadas por ela. O projeto tem a proposta de fortalecer e valorizar a cultura dentro e fora da cidade, além de estimular as novas gerações a dar continuidade e recriar a tradição.

A estilista Thanina Godinho, também participou do intercâmbio a cidade e lança a coleção Filhas do Sol – Bordados de Passira, montada com um grupo de artesãs locais durante o tempo passado no município, e composta por 48 peças de seis modelos diferentes.

 

 

SERVIÇO

Exposição “Para si: um processo de ser”

Onde: Sesc Casa Amarela (Avenida Norte, 4490, Mangabeira)

Quando: 6 de junho a 30 de agosto, segunda a sexta-feira, das 9h às 19h

Quanto: Entrada gratuita

Informações: (81) 3267-4410 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.