LUTO Namorada de Gabriel Diniz diz que última mensagem enviada a ele foi música religiosa

Por: Aline Martins

Por: Folha Press

Publicado em: 28/05/2019 16:25 Atualizado em: 28/05/2019 17:21

Foto: Peu Ricardo/DP
Foto: Peu Ricardo/DP

Desde que o velório do músico Gabriel Diniz, no ginásio O Ronaldão em João Pessoa, foi aberto para o público, o fluxo de pessoas é alto. Segundo a organização da cerimônia, até às 11h20, nove mil pessoas passaram pelo local - e a fila no lado de fora continua longa. 

Durante o período que esteve na frente do caixão, a namorada Karoline Calheiros acariciava o rosto e os cabelos do músico. Em vários momentos foi consolada por amigos e familiares. Emocionada, a Karol chegou a pegar o microfone para falar e disse que a última vez que falou com Gabriel, por volta das 11h30 da segunda-feira (27). Em seguida, mostrou o áudio de uma música religiosa enviada por ele. A canção falava do amor de Deus. "Eu te amo muito ainda", disse Karoline Calheiros.  

Além dela, muitos fãs queriam dar o último adeus ao músico. Algumas personalidades do humor na web e que moram na Paraíba, assim como alguns cantores como Mara Pavanelli, Mariah, ex-The Voice Kids, passaram pelo estádio.

Por volta de 13h, o cantor Wesley Safadão chegou com a esposa ao velório. Com o rosto nitidamente abalado e vermelho do choro, o músico abraçou alguns amigos e familiares de GD. Na mesma hora também chegou Xand Avião, da Aviões do Forró. Os dois estavam muito emocionados com a perda precoce do artista da música.

Um dos momentos de forte emoção foi a chegada da banda de Gabriel Diniz. Por volta das 10h20, todos se abraçaram ao redor do caixão. Um dos representantes da banda falou brevemente sobre a importância do músico. Logo após, juntos, rezaram um "Pai Nosso" e uma "Ave Maria". Além disso, a banda cantou e outros amigos artistas como Ramon Schnayder também homenagearam Gabriel.

O pai do cantor, Francisco Diniz, revelou que o filho tinha sonhos de fazer sucesso fora do Brasil. "A minha tristeza é que ele não concluiu o que queria: chegar a ter mais sucesso. Ele queria ir para fora do País", revelou. 

Entre os fãs, Renata Silva enfrentou uma hora na fila, mas não desistiu. Ela acompanhava o músico há alguns anos e ficou feliz quando ele fez sucesso com a música Jenifer. "Ele era uma pessoa muito carismática e atenciosa com o público. Foi um choque a morte dele", comentou. 

Ana Maria Ferreira também compareceu à cerimônia. "É muito triste ver uma morte tão cedo de um garoto que tinha tudo para crescer no futuro. Era um garoto de ouro", frisou. Camila Souza disse que sempre ouvia a música Jenifer. "Era todo mundo cantando. Meus sobrinhos adoravam", contou. Adriane Domingos recebeu com tristeza a morte precoce do músico. "Estava no trabalho quando recebi a notícia. Um choque", afirmou.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.