música Elza Soares recebe título de Doutora Honoris Causa pela UFRGS

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 28/05/2019 12:32 Atualizado em: 28/05/2019 13:55

Durante a cerimônia, a cantora falou sobre a luta contra o racismo e a defesa da educação. Foto: Flavio Dutra/UFGRS
Durante a cerimônia, a cantora falou sobre a luta contra o racismo e a defesa da educação. Foto: Flavio Dutra/UFGRS
Pela primeira vez, uma artista negra da música popular brasileira recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Segundo o reitor da instituição, Rui Vicente Oppermann, a homenagem foi movida pela contribuição da cantora e compositora à cultura brasileira, além da posição corajosa no combate ao racismo e à perseguição de mulheres negras no Brasil. 

Estamos falando de Elza Conceição Soares, eleita Melhor Cantora do Milênio pela Corporação Britânica de Radiodifusão (BBC) em 1999 e com mais de 60 anos de carreira. Na cerimônia, a artista se emocionou e enfatizou o racismo e a dificuldade que negros encontram para conquistar espaços, principalmente dentro de uma universidade. 

A homenagem ocorreu na noite deste domingo (26) diante de um salão lotado da UFRGS em Porto Alegre (RS). A cantora também defendeu a importância da educação, pautando os acontecimentos das últimas semanas, e pediu mais universidades e escolas gratuitas. 

Após a entrega do título, Elza participou de uma conversa com o escritor e músico Jose Miguel Wisnik sobre a sua história e a luta contra o racismo, o machismo e a homofobia. Ao final da cerimônia, a artista também lançou sua nova biografia, "Elza", escrita pelo jornalista Zeca Camargo, que participou de uma sessão de autógrafos e fotos.

Doutor Honoris Causa
O título é concedido por universidades de todo o mundo. Segundo o estatuto da UFRGS, a homenagem é feita para personalidades eminentes na vida pública ou na atuação em defesa do desenvolvimento da instituição, do progresso das ciências, letras e artes.

Confira a lista de outros músicos brasileiros que também receberam o título de Doutor Honoris Causa:
- Gilberto Gil, pela Universidade de Aveiro, Portugal (2006);
- Luiz Conzaga pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2012);
- Milton Nascimento, pelas Universidade do Estado de Minas Gerais (2012) e Berklee College Of Music (2016);
- Waltel Branco, pela Universidade Federal do Paraná (2012); 
- Sebastião Tapajós, pela Universidade Federal do Oeste do Pará (2013);
- Naná Vasconcelos, pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2015);
- Geraldo Azevedo, pelas Universidade de Pernambuco e Universidade Federal do Vale do São Francisco, 2016); 
- Maria Bethânia, pela Universidade Federal da Bahia (2016);
- Nei Lopes, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2017); 
- Martinho da Vila, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2017); 
- Hermeto Paschoal, pela New England Conservatory (2017);
- Egberto Gismonti, pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2017).


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.