Fotografia Fotógrafa inaugura exposição no Recife com registros de paisagens marcadas por memórias afetivas

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 21/05/2019 14:57 Atualizado em: 21/05/2019 15:24

Foto: Sâmia Emerenciano/Divulgação
Foto: Sâmia Emerenciano/Divulgação
O restaurante Cá-Já recebe, nesta quarta (22), a exposição fotográfica inédita "Azul, pura memória de algum lugar", de Sâmia Emerenciano. Serão 17 fotografias de diversas paisagens poéticas presentes no Recife e Gravatá (PE), São Luís e Lençóis Maranhenses (MA), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Paris (França), que brincam com cores e guardam memórias. As obras foram impressas em papéis PhotoSatin e Rag e emolduradas em madeira freijó natural.

De acordo com a curadora Babi Jácome, a exposição representa um momento de afirmação da artista em um País que nega a produção cultural e cerseia direitos, além de trazer um resumo das muitas vias criativas de Sâmia. "O azul, sendo a mais quente ou mais fria das cores, é memória e travessia, é lembrança afetiva de uma infância acolhida por uma mãe azul de pureza e cuidado. É mergulho e queda livre, azul que se veste de amarelo para nascer o dia e de laranja para vê-lo se pôr, é azul que se reinventa, se transforma, transgride". A vernissage será às 19h e todas as fotografias estarão à venda, variando de R$ 200 a R$ 1.000.

Esta é a terceira exposição que entra em cartaz no Cá-já, que aposta no diálogo direto com a produção artística local e contemporânea e já recebeu mostras de Aslan Cabral e França Bonzaion.

SERVIÇO
Azul, pura memória de algum lugar
Quando: vernissage no dia 22/05, às 19h - a exposição vai até 23 de junho de 2019
Onde: Cá-Já Restaurante (R. Carneiro Vilela, 648, Aflitos) Horário de visitação: o mesmo de funcionamento do restaurante Informações: 3126.0648.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.