TV A Dona do Pedaço: O médico de Amadeu informa a Nilda que ele pode não voltar a andar. Confira o resumo desta terça

Publicado em: 21/05/2019 05:00 Atualizado em:


Terça-feira
Amadeu vai para o hospital. Maria é levada para casa e se revolta contra a família. Ticiana ameaça a vida de Maria. Evelina sugere que a filha fuja para se salvar. Maria questiona quem atirou em Amadeu e Ticiana ouve. Miroel e Nilda se preocupam com o estado de Amadeu. Ticiana conta quem atirou no irmão e todos decidem se vingar. Rael, filho de Ticiana, alerta a família sobre a fuga de Maria. Miroel, Ticiana e Vicente procuram Maria pela igreja. Aírton e Josiane levam a afilhada Maria para a rodoviária. Ademir se enfurece com Evelina por organizar a fuga da filha. Miroel manda Vicente eliminar Virgínia e Fabiana. Evelina brinca com Zenaide e as netas na frente de casa. Vicente captura Fabiana. O médico de Amadeu informa a Nilda que ele pode não voltar a andar. Aírton deixa Maria na rodoviária, no ônibus que parte para São Paulo. 

Confira os outros resumos da semana:

Quarta-feira
Vicente decide deixar Fabiana em um convento. Eusébio finge ser o líder da ocupação de um grupo de moradores de rua para dar entrevista. Dorotéia se preocupa com os filhos e exige uma atitude do marido. Eusébio encontra uma casa abandonada e leva a família para o local. Maria chega à casa de Marlene em São Paulo. No mesmo momento, uma casa ao lado é invadida por uma família, e Maria não deixa Marlene denunciar Eusébio e os parentes. Evelina vai à casa dos Matheus para descobrir o paradeiro de sua neta Fabiana e decide falar com a polícia. Zenaide é obrigada a fugir com Virgínia para Vitória. Vicente e Miroel surpreendem Zenaide, que ordena que a filha fuja. Beatriz encontra Virgínia perdida na rua.

Quinta-feira
Beatriz e Otávio resgatam Virgínia e a levam para o hotel onde estão hospedados. Marlene acerta com Linda a indicação de Maria para um trabalho. Dorotéia pede para usar a cozinha de Marlene. Linda leva Maria para trabalhar na casa de Agno. Gladys e Lyris conhecem Maria, que começa a trabalhar de imediato. Otávio e Beatriz decidem voltar para São Paulo levando Virgínia. Evelina descobre que Zenaide e Virgínia não chegaram a São Paulo e procura os Matheus. Dulce afirma que descobrirá o que houve com a neta e suas bisnetas. Régis conhece Maria e se encanta com o bolo que ela prepara. Maria passa mal e Régis chama um médico. Gladys revela a Maria que ela está grávida.

Sexta-feira
Gladys e Lyris demitem Maria e Régis a leva para casa. Marlene avisa ao Padre da gravidez de Maria, que pede notícias de Amadeu. O advogado de Otávio e Beatriz explica o que eles precisam fazer para adotar Virgínia. A Madre superiora do convento manda continuar as buscas pela família de Fabiana. Dorotéia e a família entram na casa de Marlene atraídos pelo bolo de Maria. Eusébio sugere que Maria venda seus bolos. Amadeu desperta e entende o seu estado de saúde. Dulce decide ir à casa dos Matheus para cobrar notícias sobre Zenaide e as netas. Miroel e Ticiana entram em um embate com Dulce. Dulce atira contra Vicente e ateia fogo na casa. Maria recebe notícias da família e afirma que encontrará suas sobrinhas. 

Sábado
Marlene aconselha Maria a continuar em São Paulo. Chico e Eusébio fazem uma ligação clandestina de água na casa de Dorotéia. Eusébio ajuda Marlene a vender seus bolos. Nilda conta para Amadeu sobre o resultado do confronto entre as famílias. Ademir vai à Polícia para saber de Zenaide. Beatriz e Otávio levam Virgínia à casa de Agno. Chico arruma uma solução para Maria continuar vendendo seus bolos na rua. Amadeu deixa o hospital. Evelina avisa a Ademir que sabe o que fazer para afastar Amadeu da filha. Amadeu faz fisioterapia com Gilda. Os bolos de Maria fazem sucesso. Amadeu dá pequenos passos no andador. A Madre decide criar Fabiana, por não conseguir encontrar a família da menina. Evelina e Nilda fazem um acordo. Amadeu consegue se levantar da cama, mas sofre uma queda quando Nilda diz que Maria está morta. Evelina mente para Maria e diz que Amadeu morreu e a filha entra em trabalho de parto. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.