DP nos Municípios Jaboatão promove primeiro sarau cultural gratuito com música, teatro e grafitagem

Por: Juliana Aguiar - Diario de Pernambuco

Publicado em: 03/05/2019 14:28 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Comum entre grupos de aristocratas e burgueses em séculos passados, nos moldes dos salões franceses, sempre regado à literatura, música, champanhe e vinhos, o sarau foi se tornando popular e ganhando traços de informalidade no Brasil após o período imperial. Em 1922, impulsionada pela Semana de Arte Moderna, a prática dedicada à livre expressão artística se propagou pelo país. Recitais nas ruas, encontros nas praças e danças em palcos públicos se tornaram constantes e passaram a promover a democratização da cultura popular. Com essa intenção, o município de Jaboatão dos Guararapes realiza seu primeiro Sarau Cultural. Será a partir das 17h de amanhã, na Praça Nossa Senhora do Rosário, em Jaboatão Centro.

“Estamos abrindo o espaço para artistas de vários movimentos culturais da cidade se apresentarem, de segmentos diversos, de maracatu, frevo, hip hop, entre outros. Queremos que a população se sinta pertencente à cidade onde mora, produzindo e consumindo sua própria cultura”, afirma. André Trajano, secretário de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer de Jaboatão.

A programação está repleta de música, dança, poesia, grafitagem e teatro, conduzida essencialmente por artistas locais. “É um movimento de recrutamento de pessoas que já fazem cultura na nossa cidade, que já desempenham trabalho seja com cordel, poesia ou dança, e agora poderão realizar uma ação mais direta com o público”, diz Samuel Barroso, produtor do evento, em parceria com a Associação Jaboatonense de Artes Geração X (Ajax). O encontro passou a ser inserido na agenda do município, uma vez por mês, no mesmo local.

“Tentamos abrir bastante o leque cultural do evento. É muito importante que todos vivenciem um pouco da cultura para saber o quanto é importante para a formação de um cidadão. E a cultura pode ensinar diversas coisas, que ficam até mais fáceis de serem assimiladas por meio dela”, conta Mavi Santos, poetisa, atriz e integrante do Ajax, grupo artístico de jovens entre 19 e 23 anos, que realiza peças teatrais, apresentações de dança e oficinas no município.

Na ocasião, a artista recitará poesias barrocas. “Antigamente, Jaboatão era carente de movimentos culturais como esse, mas agora tem uma nova atividade surgindo na cidade e esse sarau vem com o intuito de mostrar aos artistas do município que tem espaço para a arte aqui”, completa Mavi.

A poetisa também se apresentará com o grupo Ajax em uma performance de dança contemporânea. No teatro, quem se apresenta é o grupo Três Viúvas. Já a batalha de grafite será liderada por Clodoaldo. Jeferson puxará a quadrilha junina, enquanto a parte musical fica a cargo de Jonatha, Sagan MC, Pedro Fonseca, Seres da Mata e Léo Nascimento.

“A ideia do Sarau é mostrar o nosso trabalho para toda a população, principalmente para a juventude, que vive em um período no qual a cultura está esquecida”, afirma Léo Nascimento, que toca e canta músicas autorais e MPB há 20 anos em bares e restaurantes da cidade. Durante o Sarau, será disponibilizado um microfone para quem quiser discursar ou declamar.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.