música Conservatório Pernambucano de Música celebra Dia do Choro com concertos e programação especial

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/04/2019 19:02 Atualizado em: 11/04/2019 19:08

Filho de pernambucanos e neto de bandolista, Hamilton de Holanda, é principal atração do circuito. Foto: Bento Viana/Divulgação
Filho de pernambucanos e neto de bandolista, Hamilton de Holanda, é principal atração do circuito. Foto: Bento Viana/Divulgação

Uma fusão harmoniosa onde impera acordes de violão, flauta, cavaquinho e instrumentos de sopro. Apontado como um dos grandes elementos da cultura carioca e um dos mais prestigiados ritmos da esfera musical urbana brasileira, o Choro encanta e seduz por sua maestria, improvisação, lamento e pela mistura de notas e sons, que unidas dão origem a peças elegantes e de requinte. Em homenagem ao gênero conhecido mundialmente pela musicalidade inquieta e eufórica, o Conservatório Pernambucano de Música realiza desta quinta (11) até o próximo domingo (14), um concerto especial, em celebração ao Dia Nacional do Choro, comemorado oficialmente em 23 de abril, data que marca o dia de nascimento de Pixinguinha, renomado flautista e saxofonista, autor dos clássicos Carinhoso, Rosa e Um a Zero.

Abrangendo atividades como workshops, oficinas e apresentações musicais, o evento tem inicio a partir das 10h, na sede da CPM e às 20h no Teatro Santa Isabel, e traz na programação nomes como os músicos Hamilton de Holanda, Maurício Cezar, Elyanna Caldas, Levy Guedes, Júnior Teles, Arthur Philipe, Bozó 7 Cordas e ainda a Orquestra Matéria Prima. Este ano, o evento homenageará o bandolinista e compositor Rossini Ferreira, ex-solista da Orquestra de Cordas Dedilhadas de Pernambuco e professor do Conservatório. 

Filho de pernambucanos e neto de bandolista, Hamilton de Holanda, é principal atração do circuito. Natural do Rio de Janeiro, o músico é atualmente um dos mais respeitados e premiados artistas do cenário musical com conquistas como dois Grammys Latinos, um em 2015, na categoria Melhor Canção Brasileira com Bossa Negra e em 2016, como Melhor Instrumental, com o álbum Samba de Chico. Para a apresentação no Recife, o carioca promete um show repleto de sucessos como Abraçando Avena, Ansiedade, Choro no Natal e Lembranças de Recife. “Estou muito feliz de voltar ao Recife, Pernambuco, estado de origem da minha família, onde me sinto muito bem, me sinto querido, encontro as pessoas que eu gosto. O pernambucano tem uma cultura muito forte, que eu adoro. Vai ser um barato, repleto de emoção”, disse Hamilton.

Os interessados em assistirem os shows devem comparecer a sede da instituição uma hora antes do início do espetáculo, para fazer a retirada do ingresso. A programação completa das celebrações e os horários estão disponíveis no site: www.conservatorio.pe.gov.br/ . Já as inscrições para as oficinas são gratuitas e podem ser realizadas na secretaria do Conservatório Pernambucano de Música. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.