Show The Rossi e Agnaldo Timóteo abrem o 24º Festival Nacional da Seresta O tradicional festival ocorre até o próximo sábado, na Praça do Arsenal da Marinha

Por: Osnaldo Moraes

Publicado em: 10/05/2018 11:40 Atualizado em:

Uma das atrações do primeiro dia, The Rossi, homenageou o 'rei' da música brega. Foto: Paulo Paiva/DP
Uma das atrações do primeiro dia, The Rossi, homenageou o 'rei' da música brega. Foto: Paulo Paiva/DP

O público de jovens e idosos saudou com animação e dança a abertura do 24º Festival Nacional da Seresta, na noite de ontem, na Praça do Arsenal da Marinha, no bairro do Recife Antigo. A principal atração foi o cantor Agnaldo Timóteo, mas não tirou a expectativa da apresentação da banda The Rossi, que anunciava uma homenagem ao “rei” Reginaldo Rossi, falecido em 2013. “Eu vim por Reginaldo Rossi”, salientou Telma Galdino Soares, 30 anos.

Telma se balançava acompanhando as apresentações ao lado das amigas frequentadoras assíduas do festival. Patrícia Lucena, 47, confessou gostar de bolero, salsa e zouk (africana), mas apenas assistia. “Sou tímida”, assumiu, acrescentando a paixão pelo frevo. Paixão tão grande que frequenta a Escola Municipal de Frevo Maestro Fernando Borges. Simone Marinho da Silva, 45, dançava animadíssima. “Não gosto das músicas novinhas, especialmente as que são ofensivas às mulheres”, destacou. Ela conheceu o festival ao acompanhar a falecida mãe, Odete, que gostava de “música boa” e tinha preferência por Adilson Ramos, Gilliard, Fernando Mendes, Novinho da Paraíba. Telma, Patrícia e outros que estavam na abertura do festival concordam sobre as músicas “do passado”.  “As letras têm sentido”, disse  Adielda Maria de Moura, 65, que dançava de rosto “colado” com Agenor Barbosa de Lima, 73.

“Essas músicas mexem com o coração e as emoções do público”, disse o cantor e compositor Daniel Bueno, 58, que abriu as apresentações da 24ª edição do Festival Nacional de Serestas. Para ele e muitos dos artistas, ser uma atração do festival é uma oportunidade para lembrar o público, ganhar mídia e aumentar a demanda de contratos em cerca de 50%. Empresário da banda The Rossi, criada em 2014, para dar sequência ao trabalho do “rei”, Sandro Sivini Nóbrega disse que tem conseguido manter uma agenda frequente de apresentações com homenagens a Reginaldo Rossi, relembrando grandes sucessos.

O 24º Festival Nacional da Seresta prossegue até o sábado, com programação sempre a partir das 20 horas.

Programação

QUINTA-FEIRA
NOITE DO ROMANTISMO
20h – Esquenta Seresta (voz&violão)
20h30 – Hozana canta Alcione
21h30 – Cassino Tropical
23h – Joanna

SEXTA-FEIRA
NOITE DO BOLERO
20h – Maria Dapaz
21h – Faringes da Paixão
22h30 – Gilliard
23h50 – Adilson Ramos

SÁBADO
NOITE DAS MÃES
20h – Edilza Aires canta Dalva e Angela
21h – Som da Terra é Lulu Santos
22h – Leonardo Sullivan
23h50 – Márcio Greyck


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.