• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Música Cantor gospel Kleber Lucas canta em festa de candomblé e gera rebuliço entre fiéis Ele se apresentou em culto de doação de dinheiro por evangélicos para recuperar terreiro destruído

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 23/11/2017 20:41 Atualizado em: 23/11/2017 21:29

O evangélico cantou canções ao lado de músicos da religião afro. Foto: Instagram/Reprodução
O evangélico cantou canções ao lado de músicos da religião afro. Foto: Instagram/Reprodução

O cantor gospel e pastor Kleber Lucas esteve no centro de Candomblé Kwe Cejá Gbé de Nação Djeje Mahin, localizado em Duque de Caxias (RJ), nesta quinta-feira (22), para participar de um culto ecumênico. Ao lado de músicos da religião afro, o evangélico cantou canções e participou da cerimônia de entrega dos R$ 11 mil levantados pela Igreja Cristã de Ipanema. A presença de Kleber no templo religioso gerou polêmicas e dividiu a comunidade evangélica nas redes sociais.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre 

O dinheiro doado será utilizado para realizar uma reforma do terreiro, que havia sido incendiado por intolerância religiosa. A ideia de arrecadar o valor partiu da pastora luterana Lusmarina Campos Garcia, presidente da  Conselho de Igrejas Cristãs do Estado do Rio de Janeiro (CONIC-Rio), como um gesto para marcar a luta contra a intolerância. Kleber Lucas não chegou a comentar sobre o evento em suas redes sociais, mas momentos do culto podem ser vistos nas redes sociais de um dos fiéis da Igreja Batista Soul - onde Lucas é pastor.

"Meu pastor @kleberlucas tocando com os Ogans do Centro de Candomblé que há dois anos foi incendiado. Hoje foi a cerimônia do lançamento do Fundo de Apoio que reconstruirá cada centro que for depredado por intolerantes religiosos", escreveu Binho Cultura. Nos comentários, é possível ler pessoas elogiando a atitude: "Kleber chegou ao ponto que os religiosos, ditos crentes mas intolerantes, deveriam chegar. Pífio é ser intolerante", escreveu um usuário. "Agora tenho certeza de que um dia não teremos mais brigas entre as religiões. Seremos humanos e cuidaremos uns dos outros", digitou outro.

A atitude, no entanto, incomodou alguns evangélicos mais conservadores: "Deus não não aceita dividir sua glória com ninguém, nem aceita imagens, isso é bíblico, Kleber Lucas deve saber disso, está no Salmos 115", escreveu um usuário do Facebook, em crítica à visita do pastor. "Ele já se perdeu a muito tempo, é uma pena", digitou outro. Houveram até mesmo alguns discursos mais radicais: "Amar ao próximo sim, compactuar com o erro e outra coisa. Jesus amou o próximo e mesmo assim condenou o pecado da nação israelita e de seus líderes religiosos. Amar ao próximo e não deixar ele se perder".

Assista ao vídeo:


Acompanhe o Viver no Facebook:



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.