• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Livros Black Mirror, da Netflix, será transformado em livros A editora Penguin Random House vai lançar três livros inspirados no universo da série

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 15/06/2017 22:40 Atualizado em: 15/06/2017 22:50

A série Black Mirror vai inspirar três livros, que serão lançados em 2018 e 2019. Foto: Netflix/Divulgação
A série Black Mirror vai inspirar três livros, que serão lançados em 2018 e 2019. Foto: Netflix/Divulgação

A série Black Mirror, da Netflix, irá ganhar uma versão literária feita pela editora norte-americana Penguin Random House. Serão três livros com histórias originais inspiradas na série, escritas por autores famosos, mas que ainda não foram revelados. O criador de Black Mirror, Charlie Brooke, irá editar o trabalho.

Confira o roteiro de cinema no Divirta-se

Segundo o site Entertainment Weekly, o primeiro volume será lançado em fevereiro de 2018, o segundo entre setembro e novembro e, o terceiro, apenas em 2019. Assim como na TV, os livros irão abordar um universo distópico, com críticas ao uso excessivo da tecnologia e sua relação com os seres humanos.

“Histórias inéditas de Black Mirror escritas por ótimos autores - essa é uma perspectiva feliz. E elas aparecerão num formato novo de alta tecnologia conhecido como ‘livro’. Aparentemente, você só precisa olhar para um tipo de ‘código de tinta’ impresso em papel, e imagens e sons aparecem magicamente na sua cabeça, encenando a história. Parece exagerado para mim, mas veremos", brincou Charlie Brooke em entrevista para a revista norte-americana.

Black Mirror foi criada pelo canal britânico Channel 4, que produziu duas temporadas e um especial de Natal da série. Após ser disponibilizada pelo Netflix, a atração ganhou popularidade entre os assinantes do serviço de streaming, o que fez a empresa comprar seus direitos e fazer uma terceira temporada, que tornou Black Mirror um das principais fenômenos televisivos de 2016.

Acompanhe o Viver no Facebook:





Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.