• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Televisão Contratado da Globo, Marco Luque estreia especial de humor da Netflix Stand-up comedy Tamo Junto está disponível no catálogo do streaming

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Publicado em: 15/06/2017 21:00 Atualizado em: 15/06/2017 19:36

Humorista foi convidado pela Netflix para gravar especial. Foto: Netflix/Divulgação
Humorista foi convidado pela Netflix para gravar especial. Foto: Netflix/Divulgação

A Netflix amplia o número de produções com DNA brasileiro. Além do desenvolvimento de séries, filme e documentário, o serviço de streaming enveredou pelo campo de humor. Um show original da plataforma estará a partir de hoje no catálogo. O ex-CQC Marco Luque, de 43 anos, foi convidado para gravar o especial cômico Tamo junto, disponível internacionalmente. A empresa também gravou especiais com Felipe Neto e Clarice Falcão.

Confira os horários dos filmes em cartaz no Divirta-se

"Eu fiquei muito contente com o convite. É um canal mundial. Espero fazer um barulho legal", celebra. O comediante, que atua na Globo no programa Altas horas, não alterou nenhuma piada devido ao alcance mundial. As temáticas abordadas contemplam o dia a dia das pessoas, o que por si só já alcança similaridades com culturas diferentes. Por interferência da Netflix, Luque evitou falar de marca ou cantar músicas de outros artistas devido às questões de direitos autorais. "O stand up tem essa possibilidade de falar de assuntos do cotidiano, de relacionamento, comportamento, cinema, bichinho de estimação. Isso dá pano pra manga", adianta.



Após deixar o CQC, extinto no ano passado na Band, o humorista foi convidado para participar do Altas horas por Serginho Groinsman. Recentemente, entrou no elenco da atual versão da Escolinha do professor Raimundo. Além da TV aberta e do streaming, ele faz parte do elenco fixo do humorístico Vai que cola (Multishow). No cinema, está em dois filmes que devem ser lançados ainda neste ano: O homem perfeito e Talvez uma história de amor. No teatro, ele segue com os shows de humor - Tamo junto já foi visto por mais de 300 mil pessoas. A partir de hoje, esse número ganhará mais expressividade, já que estará disponível em 190 países.

Acompanhe o Viver no Facebook:


 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.