• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Cinema Diretor brasileiro protesta contra Temer em Cannes. Assista Após a exibição do curta Nada, Gabriel Martins denunciou a repressão contra os manifestantes em Brasília e dedicou o filme aos trabalhadores e à comunidade negra

Por: Pedro Galvão - Estado de Minas

Publicado em: 26/05/2017 15:48 Atualizado em: 26/05/2017 16:12

O curta Nada foi apresentado na mostra paralela Quinzena dos Realizadores. Foto: Facebook/Reprodução
O curta Nada foi apresentado na mostra paralela Quinzena dos Realizadores. Foto: Facebook/Reprodução


Cannes voltou a ser palco de protestos contra a situação política no Brasil. Nesta sexta-feira (26), o diretor mineiro Gabriel Martins discursou contra Michel Temer após a exibição de seu curta Nada durante a Quinzena dos Realizadores, uma das mostras paralelas ao maior festival de cinema no mundo, realizado na França. Gabriel ainda aproveitou para dedicar a exibição do filme à classe trabalhadora e à comunidade negra do Brasil.

Confira os horários dos filmes em cartaz no Divirta-se

"Eu gostaria de dizer rapidamente que estou muito feliz de estar aqui e ao mesmo tempo triste, porque continuamos sob um golpe no Brasil e nesta semana nosso presidente ilegítimo escreveu algo para permitir as forças armadas tomarem a cidade de Brasília contra as pessoas que estavam protestando por direitos básicos, então eu gostaria de dedicar essa exibição à toda classe trabalhadora do Brasil, especialmente à comunidade negra", disse ele após agradecer à organização do evento pelo convite.

Não é a primeira vez que Cannes recebe protestos do cinema brasileiro. Em maio do ano passado, a equipe de Aquarius manifestou contra o processo que viria a destituir Dilma Rousseff da presidência. Sônia Braga, outros membros do elenco e o diretor pernambucano Kleber Mendonça Filho foram ao tapete vermelho com cartazes que diziam "Stop the coup in brazil" (Pare o golpe no Brasil, em tradução livre). O filme concorria à Palma de Ouro, principal premiação do festival.

Nada é um dos três filmes brasileiros selecionados para 70ª edição do Festival de Cannes. O filme conta a história de uma garota sem planos para seu futuro imediato após terminar o ensino médio. A protagonista é interpretada pela rapper MC Clara Lima. Na quinta-feira (25) o longa Gabriel e a montanha, do carioca Felipe Barbosa ganhou dois prêmios na mostra Semana dos Críticos. O festival começou no dia 17 de maio e se encerra no próximo domingo (28).

Confira o discurso:

Acompanhe o Viver no Facebook:

[VIDEO2]

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.